Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - MOBILE MARÇO
Anúncio - banner mobile topo
Anúncio - banner mobile topo
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner mobile rodape
NA TRILHA DA HISTÓRIA
A Avenida Paraná vive cada dia maior que antes...
E se agiganta cada vez mais... Exemplo disso é a ‘Alto da Paraná’
Publicado em 23/06/2022 às 15:00 Ítalo
A Avenida Paraná vive cada dia maior que antes...

Guardadas as devidas proporções, é óbvio, a Avenida Paraná está para Umuarama como a Avenida Paulista está para a gigante São Paulo.

Por mais que uma cidade tenha crescido, ela sempre será a referência histórica, ela se eterniza como o começo de um antigo povoado transformado num cartão postal de uma metrópole décadas depois.

Há ainda a pesar a importância como memória afetiva de gerações, afinal uma artéria geograficamente importante no passar do tempo ela se eterniza e agiganta até mesmo na história dos personagens que nela habitam ou transitam em seu cotidiano ao longo de vidas inteiras.

E assim como nós mortais vamos mudando conforme os anos voam, a nossa Avenida Paraná também passou por uma série de transformações, de constantes mudanças acompanhando o desenvolvimento da cidade que crescia ao seu redor, ou melhor, paralelamente à sua quilométrica extensão.

Desde os primeiros tempos, ela corta a cidade praticamente de ponta a ponta em linha reta. É a única via com esse traçado singular, uma idéia da mente luminosa e futurista de seu criador, o engenheiro russo Babkov, de quem já falei em duas longas crônicas anteriores.

Transformações continuarão acontecendo... para o bem do desenvolvimento e da valorização da zona urbana como manda o mercado imobiliário e da construção civil. Basta observar quem, de repente, surgiu a ‘Alto da Paraná’, que nasceu sob o impulso da construção de grandes obras, como o Shopping Palladium, da nova Estação Rodoviária, Havan e de outros altos investimentos que direcionaram para aqueles lados da cidade a grande movimentação comercial e a geração de novos empregos nos últimos anos...

Por mais que queiram mexer, remexer, mudar, cavucar, e até “inventar”, a Avenida Paraná permanecerá eterna, até porque Umuarama também o será. Nós é que passaremos, assim como nossos antepassados passaram.

Mas ela estará no mesmo lugar ostentando beleza, ou como berço esplêndido de nosso comércio sempre ávido em faturar, como convite a longos passeios seja a trabalho ou como lazer...

Continuará ainda como um esplêndido cartão postal das gerações que chegarão no decorrer do futuro, porvir este que a gente nem imagina quão longo será pois o tempo é infinito... (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também