Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Pilates mobile topo
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Terrenos mobile, apts na planta
Anúncio - CAMPANHA FIQUE EM CASA
Anúncio - banner móbile
Anúncio - campanha nova mobile
Discoteca Retrô
Ritchie, um rock star que marcou época!
Publicado em 05/08/2019 às 08:47

Alguém lembra do cantor Ritchie? Alguém conhece as canções de Ritchie? Apenas para estabelecer um comparativo a fim de que a nova geração possa avaliar o personagem, vale dizer que Ritchie foi para os Anos 80 o que Anitta e Alok são para a década atual! Um popstar de primeira grandeza, que é onipresente na mídia.

Não ouvir as músicas ou ver o rosto dele na TV era uma tarefa quase impossível para quem viveu a época do sucesso estrondoso do disco “Voo de Coração”, lançado em 1983, e das músicas “Menina Veneno”, “Casanova” e “A Vida Tem Dessas Coisas”.

Richard David Court, ou simplesmente Ritchie, é um cantor e compositor inglês radicado no Brasil, um absoluto colecionador de sucessos. Basta dizer que gravou mais de 90 músicas e a maioria virou hit...

Nascido no Beckenham, Inglaterra, morou em diversos países como Quênia, Dinamarca, Itália, RFA e Escócia, além de várias localidades da Inglaterra por ser filho de militar. Em 1972 conheceu em Londres um grupo de brasileiros, também artistas. Eram Os Mutantes, roqueiros famosos, que o convenceram a vir para o Brasil.

Se encantou pelo Rio de Janeiro! E resolveu ficar! (E até hoje vive feliz no Leblon!) Rapidamente se enturmou com a galera do showbizz carioca, que passaram a conhecer suas composições e seu estilo de cantar rock. Isso foi uma porta aberta para que ele iniciasse a sua carreira, incentivado pelos amigos com os quais frequentava o roteiro artístico da Cidade Maravilhosa.

E foi em 1983 que gravou “Voo de Coração”, seu primeiro álbum, pela gravadora Epic Records. Produzido por Vinyl, o disco fez um estrondoso sucesso, vendendo mais de 1,2 milhão de cópias. Reparem: isso aconteceu há mais de 30 anos!!! Poucos dias depois, ele tocava em todas as rádios do País e Ritchie passou a desfilar nos programas de maior audiência na TV da época! As músicas "Voo de Coração", "Menina Veneno" e "A Vida tem Dessas Coisas" durante mais de um ano inteiro figuraram nas paradas de sucesso e o disco vendeu mais do que cerveja gelada na praia do Leblon...

Durante dez anos seguidos reinou absoluto na cena roqueira brasileira e deixou verdadeiras marcas, em forma de músicas, até hoje admiradas por quem é apaixonado por rock and roll: Menina Veneno, Insônia, Coisas Do Coração      ,

A Vida Tem Dessas Coisas, Baby Meu Bem (Te Amo), Vôo de Coração, ...E A Vida Continua..., Telenotícias, Nesse Avião, Casanova, Tudo Que Eu Quero (Tranquilo), O Nome Do Amor, O Trem Vai, Bons Amigos, Pelo Interfone, Sopra o Vento    ,

Preço Do Prazer, Bad Boy, Nenhum Lugar, A Carta (The Letter) e outras...

“CANSEI DE SER FAMOSO!”

Mas por que, com tanto sucesso, Ritchie de repente desapareceu dos palcos e não gravou mais??? Tranquilo, ainda vivendo no Rio, numa de suas raras entrevistas o cantor revelou que  que não se arrepende da decisão que tomou naquela ocasião: “Logo de primeira eu conquistei exatamente tudo o que eu queria como artista. E isso deixou as coisas relativamente pouco atraentes depois. Eu cansei de ser famoso rapidamente, perdi o interesse em participar de programas de TV e de cumprir toda aquela agenda típica de uma celebridade”.

TROCOU A MÚSICA PELOS COMPUTADORES!

“Naquela época eu mergulhei de cabeça em programação e linguagens de computador. Foi quando recebi convite de Thomas Dolby em 1999 para trabalhar no Vale do Silício e sonorizei o site do Yahoo”.

“Tenho só dez discos na carreira. Não peco pelo excesso. Gravo só o que for necessário. Eu tinha a meta de tocar na rádio e ter um disco estourado. Consegui rápido. Me desinteressei na mesma velocidade...”, contou.

VÍDEO: “A VIDA TEM DESSAS COISAS”

Pela sua obra, Ritchie merece ser lembrado sempre! Então, vamos curtir “A Vida Tem Dessas Coisas”, um de seus principais sucessos! (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também