Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner file mobile
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - NIVER 64 ANOS MOBILE
Anúncio - campanha nova mobile
Anúncio - banner rodape
Discoteca Retrô
“Viver é melhor que sonhar” – ensina esta linda canção!
Publicado em 10/02/2017 às 18:21

A discussão sempre presente na relação entre pais e filhos é a alma dessa canção. Quando somos jovens sempre achamos que nossos pais estão errados, que a educação que recebemos poderia ter sido melhor, porém quando crescemos e temos filhos repetimos o mesmo que nossos pais faziam conosco.

É isso que o cantor e compositor Belchior quer mostrar na letra desta bela música. Os versos “ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais” deixam tudo bem claro. Nós até mudamos, mas ainda vivemos do mesmo modo como os nossos pais viviam.

Além de tudo isso, Belchior também quer mostrar que o mundo pouco mudou. Por mais que as tentativas de mudanças fossem aplicadas, o modo como vemos o mundo é o mesmo.

Lançada com retumbante sucesso nos idos de 1976, “Como nossos pais” é um hino à juventude que amadurece percebendo que o mundo é uma constante, porque é feito de homens que se acomodam e de outros que lutam por mudança.

‘Como nossos pais” é ainda mais bela na interpretação épica de uma das vozes mais poderosas da Música Popular Brasileira: Elis Regina. A “Pimentinha” vive a canção como uma verdadeira atriz que vive aquele momento e o entendimento da música se dá por completo.

Mas não é só a beleza da voz de Elis que devemos observar nesta obra-prima do compositor Belchior, mas o alerta para o choque de gerações clamando para uma renovação revolucionária de uma juventude que se acomoda com um estado de coisas, sem perceber que a vida é uma  perpétua mudança,  deixando claro o sentimento de desilusão com o sistema de governo – na época em pleno vigor a ditadura militar no Brasil.

A letra “Como nossos pais”, observem bem ao ouvir/assistir Elis cantando, fala do desencanto que um indivíduo tem acerca do sistema social e político de sua época (anos 60 e 70), descrevendo traços da ditadura militar brasileira, a indignação diante a opressão exercida pelas forças do Estado, pela repressão aos jovens, promessas de um país do futuro não cumpridas, censura, aflição e medo.

Tudo isso caracterizado pelo conformismo da sociedade de então, trazendo consigo a escassez de novos “heróis”.

Além de uma lindíssima peça musical, “Como nossos pais” é um registro histórico para a posteridade.

Então, amigas leitoras e companheiros leitores, o Portal ITALO recomenda aumentar o volume e viver intensamente cada momento desta canção!!!

 

Anúncio - Dentista Anúncio - Interno
Comentários
Veja também