Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - Sustentabilidade móbile
Anúncio - 2 dose completa mobile
Anúncio - banner mobile rodape
PESQUISA
Lítio previne sérias doenças: Alzheimer, depressão e bipolaridade
O elemento pode ser encontrado nos alimentos
Publicado em 04/09/2017 às 18:16 Ítalo
Lítio previne sérias doenças: Alzheimer, depressão e bipolaridade

O lítio é um metal alcalino muito importante para o funcionamento do cérebro e essencial no tratamento de doenças neurológicas, como a depressão, bipolaridade e o Alzheimer.

Para conter o aumento no número de casos de Alzheimer, um estudo realizado entre a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade de Copenhague, já confirmam que doses pequenas de lítio (cerca de 5 microgramas) presentes na água reduzem, significativamente, as chances de desenvolvimento de demência.

Os pesquisadores ainda perceberam que doses moderadas de lítio (maiores que 5 microgramas) aumentaram as chances de demência, enquanto doses muito altas (cerca de 17microgramas) também reduziram as chances de doença.

Essa diferença entre o efeito nas doses indica que apenas a quantidade muito específica de lítio é capaz de mudar a atividade cerebral de modo benéfico à prevenção de doenças.

Para que os efeitos sejam positivos, é preciso que o paciente seja exposto ao metal por longo prazo e em doses altas.

O lítio não é importante apenas na prevenção de doenças da velhice, mas é essencial para proteger as células cerebrais e aumentar a força e capacidade dos tecidos do corpo, como um todo.

Mais do que isso, o lítio ainda colabora com a desintoxicação e combate os efeitos degenerativos provocados pelo consumo de álcool.

 

ONDE ENCONTRAR?

É claro que o médico neurologista ou psiquiatra pode indicar o consumo de lítio em casos específicos, geralmente em medicamentos manipulados. No entanto, como prevenção à saúde e de forma a equilibrar a nutrição, vale consumir alimentos ricos em lítio.

Das fontes vegetais são muitas as opções: repolho branco e roxo, couve-flor, tomates, pepinos, maçã, aspargos e batatas. Os cogumelos também são ricas fontes de lítio, além dos grãos como o arroz integral.

A carne bovina e os laticínios também podem conter lítio, assim como algumas espécies de peixes, como o arenque. Contudo, a maneira mais eficaz de metabolizar o metal, ainda é na digestão de alimentos vegetais.

Surpreendentemente, o lítio está mais acessível do que se imagina. A água, tanto em estado natural como a que chega às torneiras, contém lítio em boas quantidades. Por isso, manter o corpo bem hidratado também colabora com as funções biológicas do cérebro.

www.colunaitalo.com.br

Por ANITA LEITE

 

Comentários
Veja também