Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - A FORÇA QUE UMUARAMA PRECISA MOBILE
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
ECONOMIA
Brasil pede a volta do Horário de Verão!
Entidades do comércio, turismo e alimentação querem a sua volta
Publicado em 17/09/2021 às 09:15 Italo
Brasil pede a volta do Horário de Verão!

O horário de verão foi extinto em 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro, sob o argumento de que já não garantia grande economia de energia enquanto causava transtornos para trabalhadores, principalmente aqueles que dependem do transporte público ainda de madrugada.

PEDIDOS PELA VOLTA

Associações e entidades que representam os setores do comércio, turismo e alimentação já enviaram pedidos ao presidente, solicitando a volta da medida. Essa junção foi capitaneada pela Confederação Nacional de Turismo (CNTur) de Santa Catarina, Paraná e Bahia. Segundo esses grupos, essa alteração beneficiaria a economia, para que mais pessoas pudessem comparecer e consumir tais serviços. “São muitos os desafios para mitigar o problema e qualquer economia energética se torna agora ainda mais relevante”, diz nota enviada pelo CNTur.

"A adoção do horário de verão 2018/2019 implicou aumento da carga brasileira de energia elétrica da ordem de 0,7%, devido possivelmente a mudanças nos hábitos de uso dos equipamentos pelos consumidores para fazer frente a alterações nas condições de iluminação e de temperatura provocadas por essa política pública", justificou o Ministério. Com o agravamento da crise hídrica, o risco de apagão e a pressão de alguns setores, o Ministério de Minas e Energia (MME) decidiu reavaliar o horário de verão, extinto pelo presidente Jair Bolsonaro no primeiro ano de mandato.

A pasta mantém a posição de que adiantar os relógios em uma hora têm contribuição limitada para economia de energia, mas mesmo assim pediu que Operador Nacional do Sistema (ONS) faça um novo estudo sobre o assunto. Em nota, o MME afirmou que “tem estudado iniciativas que visam o deslocamento do consumo de energia elétrica dos horários de maior consumo para os de menor, de forma a otimizar o uso dos recursos energéticos disponíveis no Sistema Interligado Nacional (SIN)”.

Em julho, entidades do setor de turismo e de restaurantes também enviaram um documento ao presidente pedindo pelo retorno do horário de verão ainda em 2021. Os empresários acreditam que o horário de verão impacta positivamente nos negócios porque adiciona uma hora para receber turistas e clientes.

POR QUE ACABOU?

A extinção do horário foi decidida após o Ministério de Minas e Energia observar que os hábitos de consumo do brasileiro mudaram, em especial com uso de aparelhos de ar-condicionado. De acordo com nota técnica da pasta, o uso desses equipamentos alterou o horário de demanda da noite para a manhã e a tarde, nos meses de verão.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também