Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - MOBILE MARÇO
Anúncio - banner mobile
Anúncio - banner mobile topo
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - Procon móbile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
ELA É SÓ BONDADE:
Uma umuaramense que tem um coração de ouro!
Dona Maria da Sopa dedica sua vida para garantir comida aos mais necessitados
Publicado em 06/04/2022 às 09:22 Ítalo
Uma umuaramense que tem um coração de ouro!

DONA MARIA, NOSSA CIDADÃ

Nesta terça-feira, 5 de abril, fez aniversário uma das figuras mais icônicas de Umuarama. Maria do Carmo da Silva, ou simplesmente Dona Maria da Sopa, que do alto da sua humildade e simplicidade dedicou e continua dedicando sua vida e suas parcas economias para garantir comida aos mais necessitados.

Nascida em Leopoldina (MG) no ano de 1934, Dona Maria completa 87 anos. Cidadã Honorária de Umuarama, honraria que recebeu da Câmara Municipal em 2017, ela passou o dia recebendo cumprimentos, inclusive do prefeito Hermes Pimentel que, quando vereador (2009 a 2012) foi o autor do projeto de concessão da cidadania.

Dona Maria da Sopa e Pimentel moram no mesmo bairro há muitos anos e é lá que ela mantém, com o auxílio da comunidade, a Associação Vida e Solidariedade.

DÉCADAS FAZENDO O BEM

Em 1997, Dona Maria preparava sopas em sua própria residência e distribuía para a comunidade. No começo não tinha apoio de quase ninguém, o que lhe dava forças era a sua vontade de ajudar o próximo. Ela utilizava o valor de sua aposentadoria para comprar os ingredientes e distribuía sopa dentro de sua própria casa para os moradores do Parque industrial. Com o passar do tempo algumas pessoas começaram a ajudar doando alimentos, mas nada fixo, fazendo com que Dona Maria contasse mais com a aposentadoria que recebia do que com as doações.

Após alguns anos um padre soube das ações de Dona Maria e sentiu vontade de expandir ainda mais essa boa ação. Propôs então que Dona Maria abrisse uma associação para dar maior visibilidade ao seu trabalho e consequentemente conseguir mais doações.

Como o objetivo de Dona Maria é ajudar o próximo não pensou duas vezes e aceitou. Ela queria ajudar cada vez mais as pessoas e levar através de suas sopas, o amor e conforto para quem precisasse. Em 2003, foi o início de um movimento que mudaria a vida de muita gente, inaugurou a Associação Vida e Solidariedade, a partir deste projeto conseguiram aos poucos uma coordenadora, logo mais uma psicóloga e uma assistente social.

Hoje após 20 anos de caminhada, a Associação conta com professores voluntários e atividades que atendem toda a comunidade, como artesanato, jiu jitsu, horta comunitária, bordados, oficinas artísticas, entre outros. Além é claro da doação de refeições que foi por onde tudo começou. Por meio dessas atividades as portas se abriram para que as crianças participassem de campeonatos e tivessem uma base maior e melhor na formação educacional de cada uma.

VIDA E SOLIDARIEDADE

A Associação Vida e Solidariedade do Parque Industrial, instituída em 31 de marco de 2003, é uma entidade de Assistência Social de Proteção Básica, sem fins lucrativos, que presta serviço de forma continuada, permanente e planejada.

Tem como finalidade principal o atendimento a população do Parque Industrial, Jardim Arco-íris, Jardim Viveiros e Alto da Gloria em situação de vulnerabilidade e risco social decorrente da pobreza, privação, ou fragilização de vínculos afetivos relacionais e de pertencimento social.

Promove acesso a benefícios e serviços socioassistenciais, atendendo a população de baixa renda que encontra-se em risco social e pessoal, com alimentação oferecida na entidade, assim promovendo segurança alimentar e nutricional.

A entidade proporciona a população a oportunidade de vivenciar experiências que contribuam para a construção de projetos individuais e coletivos, no desenvolvimento da auto-estima, promovendo a cidadania, autonomia e na sustentabilidade dos mesmos e de suas famílias.

A associação serve entre 1.000 e 1.200 refeições por mês a moradores de baixa renda e pessoas de passagem pelo bairro, tanto crianças quanto adultos. “Às eles até levam para casa. O importante é combater a fome com um alimento de qualidade, feito como todo o carinho pela nossa equipe e por voluntários dedicados”, disse Dona Maria da Sopa.

Pesquisa e texto de ITALO FÁBIO CASCIOLA

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Momento memorável: O prefeito Hermes Pimentel, acompanhado pela primeira-dama Rozileni Pimentel, no dia em que entregou o título de Cidadã Honorária de Umuarama a Dona Maria da Sopa. O projeto é de sua autoria quando era vereador e foi aprovado por unanimidade pelo Legislativo.

Comentários
Veja também