Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
FÉ NAS ÁGUAS DO GRANDE RIO
A festa da protetora dos navegantes
Domingo acontece no Paranazão a grande procissão fluvial celebrando a Santa dos mares e rios
Publicado em 01/02/2018 às 12:05 Italo
A festa da protetora dos navegantes

Todas as atenções da comunidade católica do Noroeste do Paraná neste fim de semana estarão voltadas para o Balneário Porto Camargo, um dos pontos turísticos mais movimentados do Rio Paraná. Motivo: no domingo (4) acontecerá a esperada Festa em Honra de Nossa Senhora dos Navegantes, que emplaca a sua terceira edição com absoluto sucesso pois vem atraindo a cada ano mais e mais turistas e católicos.

A programação festiva será aberta às 9 horas da manhã, com a celebração da missa especial. Em seguida acontecerá a Hidro Maria - a longa procissão fluvial. Será o ponto alto do evento, como aconteceu antes, formando uma extensa procissão fluvial reunindo centenas de pessoas e muitas embarcações, percorrendo mansamente as águas do grande rio num grande espetáculo de fé e emoção tanto para quem participa como para quem a acompanha desde as margens do rio.

O encerramento, com início ao meio-dia, acontecerá durante grande almoço, uma deliciosa churrascada, reunindo todos os participantes.

MEIO SÉCULO DEPOIS...

A primeira procissão fluvial de Nossa Senhora dos Navegantes - protetora de quem viaja pelos mares e rios - ocorreu no Porto Camargo em 1964 e desde então nunca mais houve outra.

Passados 52 anos em que a homenagem não acontecia, em 31 de janeiro de 2016 a comunidade resolveu resgatar as celebrações. Primeiro, construiu uma bela gruta bem no centro do Balneário de Porto Camargo, para abrigar a imagem da santa.

E, então, para inaugurá-la aconteceu a primeira festa depois de tanto tempo, realizada entre os distritos de Porto Figueira e Porto Camargo, no rio Paraná. A celebração teve Missa no Porto Figueira com a presença da imagem de Nossa Senhora dos Navegantes. Logo após a missa, a imagem seguiu pelo Rio Paraná até as margens do Porto Camargo, onde foi recebida pelos moradores e fiéis que aguardavam ansiosos a chegada dos barcos.

O momento da chegada da procissão dos barcos emocionou os presentes, que oravam e se agitavam para ver e tocar a imagem e prestar sua homenagem. A procissão seguiu até a gruta, que recebeu a imagem em cerimônia de inauguração e benção, com a presença de diversas autoridades e a população do balneário.

A HISTÓRIA DA SANTA

Nossa Senhora dos Navegantes é um título dado a Mãe de Jesus, Maria. A fé e a designação Nossa Senhora dos Navegantes têm início no século XV, com a navegação dos europeus, especialmente com os portugueses. As pessoas que viajavam pelo mar pediam proteção à Nossa Senhora para retornarem aos seus lares. Maria era vista como protetora das tempestades e demais perigos que o mar e os rios ofereciam.

A primeira estátua foi trazida de Portugal junto com os navegadores.  Pedro Álvares Cabral trazia em sua nau capitânia uma imagem de Nossa Senhora da Boa Esperança, sendo levada até a Índia, onde uma capela em sua homenagem foi erguida e ali ficou até o século XVII sob a guarda de franciscanos e sob mantença de descendentes de Cabral. Atualmente, a imagem está na Igreja da Sagrada Família, em Belmonte, Portugal.

Nossa Senhora dos Navegantes é também conhecida pelo nome de Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora da Boa Viagem, Nossa Senhora da Boa Esperança e Nossa Senhora da Esperança. (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

FOTOS: Portal Icaraíma 24 Horas

www.colunaitalo.com.br

Comentários
Veja também