Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - CAMPANHA NIVER 63 ANOS
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
EXCELENTE NOTÍCIA!
Umuarama, cidade que se agiganta!
Ela é considerada uma das principais geradoras de empregos do Paraná!
Publicado em 16/01/2018 às 23:30 Italo
Umuarama, cidade que se agiganta!

O Produto Interno Bruto (PIB) do Paraná cresceu 67,4% entre 2010 e 2015, último dado consolidado. Na maioria das cidades o crescimento foi ainda maior. Dos 399 municípios do Estado, 304 (76,2%) viram suas economias avançar acima da média estadual. Do total, 99 deles (24,8%) mais que dobraram o tamanho de suas economias.

Os dados são de um levantamento inédito do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), ligado à Secretaria de Planejamento e Coordenação Geral, com base em dados divulgados pelo IBGE. O estudo leva em conta o avanço do PIB em valores nominais.

O município de Ortigueira, nos Campos Gerais, liderou o ranking de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no Paraná. O município recebeu o maior investimento privado da história do Estado – a nova fábrica da Klabin, orçada em R$ 7 bilhões - apoiado pelo programa Paraná Competitivo.

Considerada uma das cidades com menor Índice de desenvolvimento humano (IDH) do Estado, Ortigueira viu crescer emprego, renda e a venda do comércio e dos serviços. “Ortigueira é um exemplo de que como o investimento pode mudar a realidade de uma cidade”, afirma Julio Suzuki Júnior, diretor-presidente do Ipardes.

DESTAQUES

De acordo com o levantamento, depois de Ortigueira, os municípios cujas economias mais cresceram do Estado foram Indianópolis (232,5%), São João (219,4%%), Sabáudia (191%), Paiçandu (184,6%),Cafelândia (182,1%) e Marialva (173,9%).

São municípios impulsionados pela agropecuária e projetos de construção de abatedouros de aves, principalmente. Na região da capital, municípios que receberam projetos de investimento na área automotiva e da indústria cimenteira também foram destaques. Fazenda Rio Grande, impulsionada pela chegada da fabricante de pneus Sumitomo, viu crescer sua economia em 145,2%. Foi o maior avanço da Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Outro destaque foi e Adrianópolis, no Vale do Ribeira, com alta de 143,9%. A cidade recebeu R$ 1,7 bilhão, com a instalação de quatro cimenteiras.

MOTOR DO DESENVOLVIMENTO

Para o diretor-presidente do Ipardes, o Paraná Competitivo foi, junto com o agronegócio e a agropecuária, um dos motores do desenvolvimento econômico dessas cidades. “Com isso houve redução da desigualdade econômica”, acrescenta.

Criado em 2011, o programa de incentivo fiscal é o principal instrumento de atração de investimentos produtivos no Estado, com mais de R$ 40 bilhões contabilizados em projetos de construção e ampliação de fábricas.

UMUARAMA

 O município de Umuarama também apresentou variação nominal expressiva nesse período, atingindo a marca de 111,9% de crescimento. Umuarama experimentou crescimento na área da construção civil, além de investimentos por parte de grandes grupos comerciais.

A cidade é considerada uma das principais geradores de empregos do Paraná.

FONTE: Agência de Notícias do Paraná

www.colunaitalo.com.br

......

Acesse e confira o PIB, a participação no Estado e a variação do período de cada um dos municípios:

http://www.aen.pr.gov.br/arquivos/1201_PIB_municipal_1.pdf

Indiscutivelmente, Umuarama nesta década conquistou a posição de um dos mais importantes polos econômicos do Paraná!

Comentários
Veja também