Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BANNER TOPO
Anúncio - JARDIM COLORADO 2
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - CAMPANHA IPTU 2024 MOBILE
Anúncio - Emporio mobile
Anúncio - MOBILE RODAPE
Anúncio - banner rodape
INFLAÇÃO
FEIJÃO CARO D+, VENDAS CAEM 50%
Preço da saca chegou a US$ 70 a saca, o que nunca aconteceu antes!
Publicado em 16/02/2023 às 19:32 Italo
FEIJÃO CARO D+, VENDAS CAEM 50%

O consumo de feijão no País tem diminuído a cada ano... Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IGBE), em 16 anos, o consumo médio de feijão caiu mais de 50% no Brasil e entre os motivos apontados estão o preço alto e a presença cada vez mais impactante dos alimentos ultraprocessados no prato.

Só no último ano, o preço do feijão carioca aumentou mais de 28%. O preço do quilo do feijão em média chega a custar R$10,00. O feijão seja ele carioca, preto, branco não é só uma comida típica nacional, é também um alimento importante para a saúde. Segundo dados do Ministério da saúde, eliminar o feijão da dieta pode trazer problemas no futuro, inclusive a obesidade. Até 2025, mais brasileiros devem deixar de comer feijão de forma regular.

Mas se as safras de feijão no Brasil atingem números recordes, porque o preço do produto é tão alto? Um dos fatores é a grande demanda de exportação. O Brasil deve elevar a exportação de feijão para a Índia. Em relação ao mercado, o cenário atual por aqui é de pouco produto disponível após uma nova diminuição na área plantada com a cultura no início do ano.

A falta de produto ofertado impacta de forma imediata nos preços que chegaram a valores recordes em janeiro deste ano no país. O ano iniciou com valores girando em torno de US$ 70 a saca, o que nunca aconteceu antes!

A próxima safra começa a ser plantada entre os meses de abril e maio, sendo três safras por ano no total.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022 Anúncio - banner lateral
Anúncio - LATERAL NOVO Anúncio - All In tenis
Comentários
Veja também