Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Mobile
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner mobile 2022
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Lar Santa Faustina
Anúncio - arte nova mobile
CARTÃO POSTAL, NÉ...
Faxinão total no Lago Aratimbó!
Depois da limpeza completa, as águas receberão milhares de lambaris
Publicado em 30/11/2021 às 10:31 Italo
Faxinão total no Lago Aratimbó!

Com o rebaixamento do nível do reservatório, iniciado na manhã desta segunda-feira, 29, começaram os serviços preliminares para a limpeza do Lago Aratimbó, atendendo determinação feita na última semana pelo prefeito em exercício, Hermes Pimentel.

Há cerca de três meses à frente do Executivo, o prefeito interino quer ao menos amenizar a situação do lago – um dos principais pontos de encontro da cidade –, que há anos vem sofrendo com o acúmulo de sedimentos que permitiram o avanço da vegetação onde antes havia apenas a lâmina d’água.

Embora não seja um desassoreamento completo, a ação vai melhorar o ambiente enquanto se discute uma solução para as galerias pluviais que levam areia, lixo e resíduos às nascentes da represa, entre outras medidas ambientais. A situação gera justo descontentamento da população e frequentadores.

“Este é um dos nossos cartões-postais, um ponto de encontro e contemplação que, em vez de encantar os visitantes, gera críticas e reclamações”, lamentou o prefeito, em visita ao lago na semana passada.

Com a redução no nível da represa, para o acesso da escavadeira hidráulica, fica mais evidente a situação degradante. Os bancos de areia ficaram tão grandes é possível caminhar onde antes havia apenas água e a vegetação cresce com facilidade, reduzindo a superfície a quase a metade das dimensões originais. Diariamente são vistas pessoas e até famílias pescando no local, embora o consumo de peixes do lago não seja recomendado.

Apesar da situação, o sistema atrai várias espécies de aves aquáticas que se alimentam dos peixes existentes – nesta segunda foram vistos muitos cascudos emergindo em busca de oxigênio, mas a quantidade maior é de tilápias. A variedade da fauna deve aumentar. “Assim que a represa estiver recuperada e o nível voltar ao normal, planejamos inserir peixes nativos da nossa região, como lambaris, para promover um ecossistema mais equilibrado e condizente com a nossa fauna aquática”, disse o diretor de Meio Ambiente do município, Rubens Sampaio.

Embora alterem o cenário, as obras não devem atrapalhar a visitação. O lago continuará aberto ao público, desde que tomados os devidos cuidados com o trânsito de caminhões e máquinas pesadas. Para a remoção dos sedimentos e limpeza da vegetação serão necessárias cerca de 1 mil horas/máquina e 3 mil viagens de caminhão basculante.

O material removido será encaminhado ao aterro sanitário municipal para cobertura das células de deposição de volumosos, explicou o secretário municipal de Obras, Planejamento Urbano, Projetos Técnicos e Habitação, Isamu Oshima. Caso não ocorram chuvas fortes, o serviço deve ser executado em 30 dias, começando pela parte de baixo da passarela de madeira e avançando para a cabeceira da represa.

A intenção do prefeito Hermes Pimentel é ter o Lago Aratimbó recuperado para as festas de Natal e Ano Novo, já que o local é um dos preferidos para reuniões familiares e encontro de amigos em Umuarama. Além da beleza natural, o lago conta com grande área verde, quiosques, quadra de areia, parque infantil e pistas para caminhada e passeio com animais de estimação.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também