Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
Anúncio - A FORÇA QUE UMUARAMA PRECISA MOBILE
Anúncio - arte nova mobile
O QUE SERIA SEM ELA???
Umuarama sentiu o valor da internet!
Eu pergunto: “O que seria de nós se a internet sumisse para sempre???”
Publicado em 06/10/2021 às 17:21 Italo
Umuarama sentiu o valor da internet!

O caos visto na segunda-feira, provocado pela violenta quedas das 3 maiores redes sociais, também retumbou aqui em Umuarama. Por todos os lados da cidade as pessoas, aflitas, choramingavam ou protestavam sem saber os detalhes do que estava ocorrendo, pois elas não conseguiam se conectar no Facebook, Instagram ou WhatsApp.

E era justamente um horário em que a vida pulsa frenética, por volta do meio-dia, justamente quando as pessoas tem horário livre para acessar essas 3 redes preferidas. E a melancolia irritante seguiu a tarde inteira até o escurecer.

As horas foram passando lentamente... e a ansiedade aumentava pois ninguém sabia o que realmente estava acontecendo. E, foram descobrindo, aos poucos, pelo Google, que esse ‘eclipse virtual’ havia coberto o planeta inteiro. Não estava acontecendo apenas aqui, mas no Brasil e no mundo inteiro!

FERRAMENTAS DE LAZER E TRABALHO

Há muitos ‘antigões’, aquelas figuras que pararam no tempo e que estão fora da nossa realidade, que consideram ‘a tal de internet um brinquedo’. Na verdade, quem tem saúde mental em dia, bem sabe que ela é atualmente uma aliada na rotina de todos os humanos.

Seja para se divertir como para trabalhar, seja para gastar como para ganhar dinheiro. E são milhares as utilidades a serviço da saúde, educação, comércio, serviços burocráticos, atividades governamentais, atividades artísticas, para as pesquisas históricas, para a construção civil, arquitetura e urbanismo, para o exercício de todas as profissões e muito mais, infinitamente mais...

E quando se trata de viver bem informado dos acontecimentos locais, estaduais e nacionais todos acessam os sites de notícias (aposentaram os velhos jornais e revistas de papel!).

A propaganda e o marketing têm hoje na internet a fonte maior para exercer as suas atividades contribuindo para o desenvolvimento de todos os setores comerciais. Até o rádio e a televisão tiveram que imigrar para a web para garantirem audiência. Exemplo: Se a Rede Globo não estivesse presente no Google e redes sociais há muito tempo teria perdido a pose de se auto-declarar “campeã de audiência”.

Quanto ao lazer, que citei acima, hoje os umuaramenses não precisam sair mais de casa para ir ao cinema (podem assistir todos os filmes antigos e os lançamentos na internet), podem curtir as músicas do passado ou os sucessos atuais via YouTube (são milhões de vídeos de canções que podem ser assistidos com apenas um play! Não precisa andar (a pé ou de carro) para ir à biblioteca, a web tem milhões de livros traduzidos.

Na pandemia provou-se que nem à escola a galera precisa ir mais, basta assistir aulas online. Compras de todo tipo de produtos (alimentação, moda, utilidades domésticas, até mesmo alugar ou comprar imóveis – e tudo o mais que você imaginar!) você pode fazê-las virtualmente.

Pagar ou receber, seja qual tipo de conta for, também agora é feito via web. Antigamente, para se comunicar com parentes que viviam distantes apelava-se para as cartinhas – que demoravam semanas ou meses...

Agora você, quando sente saudade, proseia com eles via redes sociais e se diverte de montão. No passado, quando Umuarama foi fundada, isso seria impensável. “Tu tá ficando doido?” – diriam... Eu ficaria aqui o dia inteiro citando exemplos de como a internet é afetuosa, rentável e fiel parceira no dia a dia da gente. É claro, que não estou sugerindo que devemos ficar 48 horas ininterruptas na frente da tela ou do celular. Seria demência... Para tudo há limites, até mesmo para o ‘doce fazer nada’...

IMAGINEM O QUE SERIA DE NÓS HOJE SEM INTERNET...

Esse colapso que aterrorizou milhões de humanos esta semana, que não conseguiam acreditar que as suas redes sociais preferidas haviam desaparecido serviu também para valorizar essa que eu considero

A MAIOR INVENÇÃO DA ARTE DA COMUNICAÇÃO SOCIAL DE TODOS OS TEMPOS: a internet!

Na mesma hora que sumiu o Facebook, me veio à mente uma gigantesca interrogação: “O que seria do mundo atual e de nós se a internet desaparecesse para sempre???”.

Em Umuarama a população se perguntava nas ruas, no trabalho, nos bares: “Teu Facebook tá no ar?!”. Outros diziam: “Meu WhatsApp sumiu!!!”. E, parecia incrível, tudo parou... Suspense dominou a tarde, todos queriam saber o que estava acontecendo e... ninguém sabia informar. Começava a anoitecer, e finalmente, uma leve tremedeira começa a surgir na tela... Aos poucos ressuscitava poderoso e cintilante o sumido Facebook!

Dava pra ouvir na vizinhança, jovens e, principalmente, mulheres, gritando alto: “Ele voltoooou!!!”. E todo mundo ria. Momento feliz, provocando alívio, como se alguém tivesse sumido no espaço e estava de regresso batendo asas douradas de esplendor ao olhar de quem faz da internet (Google e das redes sociais) grandes companheiras -– repito, sem escravidão ou dependência, mas como companhias que nos oferecem otimismo, positivismo. Uma espécie de recreio entre as horas de trabalho e responsabilidades da vida. Valeu o susto – ele teve seu tom positivo, uma lição para valorizar o que faz bem pra gente. Afinal, já estamos vivendo no futuro, com o mundo transformando-se em todos os sentidos.

E, hoje, quem não se conecta se trumbica!

(ITALO FÁBIO CASCIOLA)

FOTO DE CAPA: Assaf Saab de Souza

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também