Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
HISTÓRIA & CULTURA
Teatro rememora a ditadura militar
Umuarama assistirá a peça “Murro em Ponta de Faca”, espetáculo sobre a ditadura militar em turnê pelo interior do Paraná!
Publicado em 10/08/2017 às 08:00 Italo
Teatro rememora a ditadura militar

Umuarama, no decorrer dos tempos, já recebeu grandes espetáculos teatrais. Foram produções que marcaram sucesso nas grandes capitais, estreladas pelos maiores nomes das artes cênicas brasileiras.

Este ano, o público da Capital da Amizade terá a oportunidade de assistir uma peça desse nível, que há alguns anos vem circulando pelo Brasil em turnês coroadas de êxito absoluto.

Trata-se de “Murro em Ponta de Faca”, uma peça que remete a plateia aos tempos da ditadura militar no Brasil. A apresentação acontecerá na noite da sexta-feira 25 de agosto, a partir das 19:30 horas, no palco do teatro do Centro Cultural de Umuarama. Detalhe importante: a entrada é franca!

 

"PARA QUE NÃO SE ESQUEÇA, PARA QUE NUNCA MAIS ACONTEÇA"

Quando esteve exilado, o diretor e dramaturgo Augusto Boal escreveu “Murro em Ponta de Faca” sobre um grupo de brasileiros que estava na mesma situação que ele, expulso de seu país.

Para homenagear o amigo que, obrigado a morar em países vizinhos, mandou o texto por correio, o ator, roteirista e diretor Paulo José, montou a peça em 1978, no Teatro de Arte Israelita Brasileira (TAIB), em São Paulo. Naquele tempo, ela foi encenada pela companhia de Othon Bastos e tinha no elenco nomes como Renato Borghi, Francisco Milani e Marta Overback; e Chico Buarque assinava a direção musical.

Três décadas depois, Paulo José resolveu repetir a homenagem ao amigo, morto em 2009, e fez uma nova versão do espetáculo. A montagem, da Funarte, estreou em março de 2011 no Festival de Teatro de Curitiba e, desde então, vem realizando temporadas e apresentações no Brasil inteiro.

Agora, em 2017, através da Lei Estadual/Profice e incentivo da COPEL, o espetáculo está circulando por 11 cidades do Paraná: Ponta Grossa, Pinhais, Araucária, Campo Largo, Umuarama, Arapongas, Maringá, Piraquara, Cascavel e Paranaguá e Guarapuava. Merece destaque em alto que relevo que é uma realização do Espaço Cênico.

Nesta turnê conta com novo elenco: Gabriel Gorosito, Patrícia Saravy, Raquel Rizzo, Edson Bueno, além de Nena Inoue e Abílio Ramos, do elenco original.

Segundo o grupo, “vamos estendendo esta história a "outros... e outros ... e outros mais", para que esta história não mais se repita. Para que não se esqueça, para que nunca mais aconteça!”.

 

“A CONDIÇÃO DO EXILADO É MUITO CRUEL”

A peça “Murro em Ponta de Faca”, que tem duração de 1 hora e 40 minutos, conta a trajetória de três casais de brasileiros exilados – burgueses, operários e intelectuais – e obrigados a conviver no mesmo espaço físico. E, a despeito das diferenças, descobrem-se ligados por um sentimento comum: não pertencem a lugar nenhum, vivem em um tempo suspenso.

“Boal costumava manter certa distância em relação aos seus personagens, um olhar irônico. Mas, aqui, é como se ele se identificasse, tivesse uma afetividade por eles. É um texto sobre exilados escrito por alguém que também estava no exílio”, comenta o ator e diretor Paulo José.

Sobre o conteúdo do espetáculo, Paulo José diz que não foi preciso fazer nenhuma alteração no texto original: “Hoje ainda observamos, mundo afora, muitas pessoas sem Pátria, sem porto, sem identidade, claro que em outro contexto, mas nem por isso menos exiladas”. Faz questão de frisar que “o texto foi escrito como se a história ocorresse nos dias de hoje, em linguagem coloquial e contemporânea”.

"A condição do exilado é muito cruel. Ele não tem direito algum, ninguém quer saber, ele não tem moeda de troca, é um pedinte, um fedorento", comenta Paulo, sobre a condição existencial dos personagens da peça.

 

O ESPETÁCULO EM UMUARAMA

Local: Centro Cultural de Umuarama

Data: 25/08, Horário: 19h30

21h - Debate “Exílios e Pertencimentos”

E às 16 horas, apresentação extra para Projeto Escola

IMPORTANTE: A entrada é franca!

www.colunaitalo.com.br

Comentários
Veja também