Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - 2 dose completa mobile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Sustentabilidade móbile
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
RANKING NACIONAL
Umuarama tem ótima administração!
Está entre as cidades com os melhores desempenhos no Paraná e no Brasil!
Publicado em 05/08/2021 às 09:17 Italo
Umuarama tem ótima administração!

O último Índice de Governança Municipal do Conselho Federal de Administração (IGM-CFA), criado para auxiliar gestores públicos a entender, através de dados consolidados, oportunidades de melhorias em seus municípios, colocou Umuarama entre as cidades com os melhores desempenhos no Paraná e no Brasil.

A estrutura do indicador é baseada na análise da média de dados brutos (Variáveis), que criam as Dimensões e a média das dimensões estabelece a nota geral do IGM/CFA.

No Paraná, na média geral do indicador, Umuarama aparece em quarto lugar – atrás apenas de Curitiba, Maringá e Londrina – com nota de 7,01. A capital obteve 7,94 e as outras duas cidades tiveram 7,45 e 7,12. Cidades bem maiores e com a economia mais desenvolvida não atingiram o desempenho de Umuarama na gestão dos recursos públicos, como Toledo (nota 6,84), Pinhais (6,80), Cambé (6,64), Arapongas (6,23) e Foz do Iguaçu (6,22). Entre as 163 cidades brasileiras acima de 100 mil habitantes, Umuarama ficou com o 38º lugar na média geral do IGM/CFA.

No quesito Finanças Públicas, a Prefeitura teve a segunda melhor nota de todo o Brasil (8,44), enquanto a melhor avaliação foi obtida por Indaiatuba (SP) – 9,45. Neste aspecto, foi a melhor colocação entre as cidades paranaenses, seguida por Maringá (nota 7,60) em 11º e depois Curitiba (6,87), com a 31ª colocação.

A pesquisa é ampla, muito criteriosa e o Conselho Federal de Administração teve acesso fácil a todos os dados, pois a transparência sempre foi nossa prioridade, avaliou o prefeito Celso Pozzobom. Segundo ele, o bom desempenho é resultado da gestão mais eficiente dos recursos públicos, da seriedade com que a Prefeitura é gerida e do comprometimento da equipe em servir bem à população.

“Nos últimos anos nós conseguimos aumentar a arrecadação do município com uma série de ações que nos possibilitaram realizar investimentos como a muito tempo não se via em nossa cidade. Estamos com as contas em dia, atendendo a todos os setores e com projeção de investir ainda mais nos setores prioritários, para manter a linha de desenvolvimento que vem sendo percorrida desde o início da nossa gestão”, pontou Pozzobom.

FINANÇAS

O resultado da gestão financeira do município de Umuarama é embasado e excelentes avaliações nos aspectos Fiscal (nota 9,97), investimentos per capita em educação e saúde (6,26), equilíbrio previdenciário (7,76) e custo do Legislativo (9,77). A cidade foi avaliada no grupo 8 do índice, que agrupa populações acima de 100 mil habitantes com renda per capita acima de R$ 28636,00 (a maior renda dentre os oito grupos existentes).

O município obteve excelentes avaliações em autonomia fiscal, gastos com pessoal, capacidade de investir e liquidez, superou a meta nos investimentos em saúde e ficou bem próximo do nível máximo em educação e equilíbrio previdenciário – indicadores individuais que, na média, compõem o quesito “Finanças”, junto com o custo do legislativo.

Houve ainda boas avaliações no atendimento a lei de incentivo às Micro e Pequenas Empresas, disponibilidade de informações (transparência) e nos desempenhos dos setores educacional, de saúde, saneamento e meio ambiente (água, coleta e tratamento de esgoto). “Tudo isso produz reflexos positivos na geração de empregos e na movimentação da economia, sustentando o desenvolvimento que Umuarama experimenta apesar dos desafios da pandemia”, completou ou secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Edvaldo Ceranto Júnior.

“É importante conhecer tanto nossos pontos fortes como os desafios para estarmos sempre redirecionando e melhorando nosso trabalho. É muito bom que isto seja feito por órgãos externos”, emendou. SOBRE O ÍNDICE O IGM-CFA consiste em uma métrica da governança pública nos municípios brasileiros a partir de três dimensões: finanças, gestão e desempenho.

Foi elaborado a partir de dados secundários e considera áreas como saúde, educação, saneamento e meio ambiente, segurança pública, gestão fiscal, transparência, recursos humanos, planejamento e outras. A partir da construção de extenso banco de dados municipais, extraídos de bases públicas como STN, IBGE, PNUD e DataSUS, priorizou-se indicadores e variáveis e, em seguida, por meio de tratamento estatístico, foi gerado um resultado para cada dimensão e para o Índice.

Assim como boa parte de suas fontes, o IGM é atualizado anualmente desde a criação em 2016. O índice possibilita aos gestores dos municípios visualizar as necessidades e/ou boas práticas de sua região; permitindo acesso à informação estimula a participação social, contribuindo para maior integração do governo com a sociedade; e pode orientar o setor privado em ações voltadas para o desenvolvimento, incluindo alocação de recursos e público-alvo de suas atividades além de subsidiar pesquisadores com dados abertos, permitindo diversas análises sobre os municípios, estados e regiões brasileiras, identificando exemplos de boas práticas e os principais desafios enfrentados.

Consulte todos os detalhes do índice AQUI

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

“Nos últimos anos nós conseguimos aumentar a arrecadação do município com uma série de ações que nos possibilitaram realizar investimentos como a muito tempo não se via em nossa cidade”, comemora o prefeito Celso Pozzobom ao ver sua administração à frente de Umuarama reconhecida no Paraná e nacionalmente.

Comentários
Veja também