Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Mobile
Anúncio - NATAL MOBILE
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner mobile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
CLIMATEMPO
Paraná enfrentará frio polar em maio
Preparem os agasalhos pesados: teremos geadas!!!
Publicado em 30/04/2021 às 10:04 Italo
Paraná enfrentará frio polar em maio

As frentes frias acontecem o ano todo no Brasil, e várias já passaram por aqui este ano. Mas o diferencial da frente fria que estamos atravessando nesta última semana de abril é que sua massa polar é continental, ou seja, o ar frio de origem polar avança por dentro da América do Sul, e não pelo oceano.

A massa de ar frio e seco desta nova frente está avançando pelo Sul do Brasil desde segunda-feira (26) e derruba as temperaturas. O dia começa gelado em muitas áreas, especialmente do interior de cada estado. Durante a semana, o frio se espalha e aumenta. Porém, com o tempo aberto quase todos os dias na maior parte da Região Sul, a sensação de frio não é tão forte durante o dia, mas sim durante as noites e madrugadas. Esta semana já aconteceram geadas entre as serras do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná. De forma geral, a semana seguirá fria.

GEADAS EM MAIO

A partir de maio, existem riscos de geadas. O outono, que começou no dia 22 de março, deve ser marcado por chuvas irregulares em todo o Paraná. Segundo o agrometeorologista Luiz Renato Lazinski, o fenômeno climático La Niña, caracterizado pelo esfriamento das águas do Oceano Pacífico, terá influência nas precipitações em praticamente todas as regiões brasileiras, inclusive no território paranaense. “O La Niña atingiu o seu máximo em janeiro e fevereiro. Ele está diminuindo de intensidade, mas, mesmo fraco, segue influenciando nosso clima até meados deste ano”, afirmou.

De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), no decorrer desta estação os paranaenses devem conviver com manhãs e noites mais frias, enquanto as tardes seguem quentes. A partir de maio, ondas de ar frio e seco devem ser frequentes e intensas, provocando expressivo declínio da temperatura do ar. Dessa forma haverá dias muito frios, intercalados por outros de grande calor.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também