Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - CAMPANHA NIVER 63 ANOS
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
INTERNET É PURA ALEGRIA!
Papai Noel virtual foi o maior sucesso
Inteligência é tudo: Eles foram para a internet e faturaram alto!
Publicado em 29/12/2020 às 10:50 Italo
Papai Noel virtual foi o maior sucesso

Sobrou até para o Papai Noel ter que se adaptar ao "novo normal" imposto pelo coronavírus esse ano. Sem poder atender crianças pessoalmente por questões de segurança, o bom velhinho deste Natal 2020 têm usado a tecnologia como alternativa para salvar o Natal dos pequenos. Os ‘atores’ que em temporadas natalinas usam o Papai Noel para conquistar renda, usaram a inteligência e criaram novas oportunidades para exercer a nova modalidade: o Papai Noel virtual! E quem seguiu essa ideia fez o maior sucesso e ganhou dinheiro. A maioria confessa que faturaram muito mais que em natais passados. Para isso usaram a criatividade aliada à propaganda: Contataram lojas arrecadando patrocínios para adquirir equipamentos e para, durante mais de um mês, atuarem como atores em lives e vídeos. Segundo apuraram, os comerciantes ficaram felizes com o investimento em Papais Noel virtuais, pois conferiram que foram audiências altas, formadas por crianças e adultos. Prova disso são as milhares de curtidas e comentários que a galerinha mandava aos Papais Noel virtuais via Facebook, Instagram e Whatzzap. Centenas de cidades do Paraná tiveram essa novidade nestas festas natalinas. Tanto em Curitiba, como em cidades do interior – até mesmo as pequenas – a novidade repercutiu intensamente. Podemos ver no YouTube centenas de vídeos de paranaenses se comunicando com a criançada em casa via lives ou mandando mensagens e contando historinhas divertidas. Segundo reportagens publicadas na mídia, os Papais Noel virtuais superaram os antigos Papais Noel, pois puderam manter contato direto durante horas e horas com o público infantil e adulto (principalmente os avós), se comunicando através de câmeras e microfones. Alguns deles montaram pequenos cenários em sua própria casa, tipo home office, de onde transmitiam ao vivo suas mensagens via redes sociais, destacando nos intervalos a publicidade de seus patrocinadores. Foi excelente tanto para o comércio, que hoje sobrevive graças ao marketing digital, como para aquelas pessoas que trabalham todos os fins de anos trajando as vestes do Bom Velhinho. Quem não aderiu a essa ‘nova propaganda’ natalina online , ficou literalmente desempregado! Portanto, para milhares de paranenses – e de brasileiros que aderiram a essa moda do Natal Online – ‘ficar em casa’ não foi melancólico nem depressivo. Ao contrário, interagindo com os atores virtuais desfrutaram horas felizes durante as duas semanas finais de novembro e no decorrer de dezembro inteiro! E tem mais: quem se divertiu, poderá rever essas sessões que estão gravadas no YouTube e redes sociais! É isso! O que seria do mundo e da Humanidade de não existisse a internet, hein?! A tecnologia está em todos os momentos agradando a nossa vida, inclusive no Natal – que parecia perdido e triste durante esta pandemia que parece nunca ter fim... (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também