Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - NATAL
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Porto Cobrinco
Anúncio - banner rodape
ECONOMIA
Censo Agropecuário em Umuarama
O lançamento oficial acontecerá quinta, no Paço da Amizade, em Umuarama
Publicado em 11/07/2017 às 20:47 Italo
Censo Agropecuário em Umuarama

Nesta quinta-feira (13), às 10 horas, será lançado em Umuarama o Censo Agropecuário 2017 durante ato oficial no auditório da Prefeitura, com presença de prefeitos, autoridades políticas e lideranças ligadas ao setor agropecuário (sindicatos, associações, entidades e produtores rurais), além da imprensa local.

No evento, o prefeito Celso Pozzobom recepcionará o chefe estadual do IBGE, Sinval Dias dos Santos, e o diretor executivo Fernando Abrantes.

O lançamento é organizado pelo chefe do escritório regional do IBGE em Umuarama, Sebastião Aparecido de Azevedo. Segundo ele, o Censo Agropecuário inicia em 1º de outubro e tem previsão de conclusão no final de fevereiro.

“A base de Umuarama é composta por 18 municípios e cada um deles tem sua própria equipe de recenseadores do IBGE preparados para realizar o Censo. O último levantamento desta dimensão foi realizado em 2007, com base nos dados de 2006”, lembrou.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizou em Curitiba o lançamento nacional do Censo Agropecuário 2017. Em todo o Paraná, o levantamento será feito por 1,8 mil recenseadores, em 372 mil estabelecimentos agropecuários; no Brasil, serão 26 mil recenseadores em 5 milhões de propriedades rurais. O levantamento tem orçamento de R$ 770 milhões, em todo o País.

Parceira do IBGE, a AMP (Associação dos Municípios do Paraná) pede o apoio dos prefeitos do Estado ao censo. “Estaremos ao lado do IBGE para trazer a excelência dos dados, o que nos permitirá projetar o agronegócio do Paraná”, avalia o presidente da AMP, 2º vice-presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e prefeito de Assis Chateaubriand, Marcel Micheletto.

Para o presidente do IBGE, Roberto Luís Olinto Ramos, o apoio dos municípios será crucial para garantir o sucesso do censo, que vai apurar dados como as culturas agrícolas do Estado; número dos rebanhos; uso de tecnologias, adubação e agrotóxicos.

De acordo com ele, os questionários poderão ser respondidos em 45 minutos. Os técnicos usarão um GPS para se guiar nas regiões a serem pesquisadas e um aplicativo que possibilitará o envio dos dados simultaneamente.

www.colunaitalo.com.br

Comentários
Veja também