Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - Pilates mobile topo
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - USE MASCARA MOBILE
Anúncio - banner rodape
MAIS UMA GRANDE OBRA!
Finalmente, bosque a salvo da erosão!
O canal é uma obra para controlar a erosão que avançava dentro da mata
Publicado em 29/04/2020 às 09:00 Italo
Finalmente, bosque a salvo da erosão!

O tempo bom das últimas semanas tem favorecido as obras do canal de drenagem pluvial em construção no Bosque dos Xetá – também chamado Bosque do Índio. A empresa contratada para o serviço já concretou o fundo do primeiro trecho do canal e parte das laterais. Outro trecho foi escavado e também já recebeu concreto na parte do fundo, onde foram implantados degraus para suavizar a queda d’água. As ferragens também estão sendo armadas e os operários já preparam o espaço para o dissipador, no trecho final.

Falta agora preparar o trecho inicial que permitirá conectar o canal à rede antiga de tubos de concreto, bem como construir um novo ramal de tubulação duplo até a Avenida Presidente Castelo Branco, para eliminar o ponto de alagamento que se forma em períodos de chuva forte, na frente da Sala Aré de Educação Ambiental – que também está sendo reformada.

O canal é uma obra emergencial para controlar um foco de erosão que avançava dentro do bosque, em direção ao cruzamento das avenidas Presidente Castelo Branco e Parigot de Souza, após o rompimento de uma antiga tubulação ármica. O ponto recebe grande volume de água durante as chuvas. “A água de toda a região central escoa pelo Bosque dos Xetá”, lembra o prefeito Celso Pozzobom.

Em dias de chuva forte, o volume é impressionante e começou a causar estragos depois que as galerias antigas romperam. “Boa parte do aterro construído há décadas no local já foi levada pela enxurrada. Decidimos construir esse canal antes que a cratera se aproximasse mais das vias públicas”, explicou o prefeito.

O diretor de Obras do município, Nélio Guazzelli, lembra que o projeto receberá o investimento de R$ 1 milhão 144 mil em recursos do Contrato de Financiamento à Infraestrutura e Saneamento (Finisa). O canal de drenagem está sendo construído em concreto armado, tem extensão de 115 metros e largura variável (de 6 a 8,88 metros entre a base e o topo). A altura é de 2,50 m. Já o ramal da rede pluvial terá 84 m e tubos de 1,20 m, com ligação ao canal de drenagem.

Após a recuperação do sistema de drenagem, a intenção do prefeito é implantar uma nova pista de caminhada, gradil interno – isolando o acesso à mata –, iluminação e outros atrativos. “Vamos reconstruir a Sala Aré e instalar outros equipamentos para tornar o Bosque dos Xetá um novo atrativo para a população, agradável e seguro para caminhadas e atividades físicas”, explicou Pozzobom.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também