Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - A FORÇA QUE UMUARAMA PRECISA MOBILE
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
PERSONAGEM DESCONHECIDO
Ícaro de Castro, o arquiteto genial!
Foi ele quem projetou a Santos Dumont, a maior praça de Umuarama!
Publicado em 25/06/2019 às 14:00 Italo
Ícaro de Castro, o arquiteto genial!

Ícaro, diz a mitologia grega, criou asas voando para fugir do labirinto em que fora aprisionado pelo rei de Creta. Se fizera acompanhar por Dédalo, seu pai, que, exilado na Sicília, transformou-se no principal arquiteto do rei, construindo inúmeros templos.

Um outro Ícaro também criou asas antes de criar edifícios. Atleta de fama internacional, recordista de salto com vara, representou o Brasil nas Olimpíadas de Berlim, em 1936. Foi também, por meio século, grande construtor de templos - incontáveis templos para o esporte! Seu nome: Ícaro de Castro Mello!

O memorável disso tudo é que este segundo Ícaro tem tudo a ver com a História de Umuarama. Pouquíssima gente sabe quem foi o idealizador do projeto de construção da maior praça de Umuarama, a Santos Dumont, inaugurada no início da década de 1970.

Todos os umuaramenses certamente já passaram por ela, ou passearam nela... Os visitantes que vêm à Capital da Amizade já se admiraram com o seu tamanho e suas linhas arrojadas. Afinal de contas, ela está plantada no coração da cidade há quase 50 anos – antes era de terra, onde existiam árvores de grande porte –, por isso a chamavam Praça das Perobas. Ela já foi até estação rodoviária no passado...

Mas a absoluta maioria desconhece o autor desse belo projeto arquitetônico e, pior, nem nutrem a curiosidade de saber quem foi... Ainda mais porque durante muitos anos ela ficou praticamente abandonada, sem atrativos, sem cuidados, virou até ‘pousada’ de mendigos e zumbis drogados!

ÍCARO MERECE SER LEMBRADO!

Pois é, achei interessante procurar saber sobre a biografia desse ‘ilustre desconhecido’ para os umuaramenses, afinal ele criou não apenas uma praça, mas um monumental espaço que faz parte do cotidiano atual e da história da Capital da Amizade e de sua gente. E num passado já meio distante ela foi ponto de encontro dos amigos e das famílias, especialmente naqueles tempos em que ir ao cinema aos domingos era uma tradição. E, depois de assistir aqueles filmes fantásticos, a Santos Dumont era parada obrigatória antes da volta ao lar...

Pois bem, na história da arquitetura brasileira, raros são os registros de arquitetos com produção centrada numa temática específica. Ícaro de Castro Mello foi um deles. Nascido em 1913 em São Vicente (SP), muito cedo comprometeu-se com a concepção de prédios esportivos e, até sua morte, ocorrida em 1986, nunca interrompeu as incursões neste território, sendo seguramente o arquiteto brasileiro que criou o maior número de edifícios desta natureza – grandes e famosos estádios.

Apenas para abrilhantar esta reportagem, basta citar que Ícaro é o autor de inúmeros projetos arquitetônicos de envergadura, como o Estádio do Ibirapuera, Ginásio de Sorocaba, Ginásio do Jockey Clube de Uberaba e o Estádio Nacional Mané Garrincha de Brasília – elogiadíssimo pelo criador da capital brasileira, o renomado Oscar Niemayer!

A familiaridade de Ícaro de Castro Mello com estádios e ginásios não se estabeleceu ao longo de sua carreira, nem o interesse surgiu na vida acadêmica, mas pelo viés da prática esportiva, bem antes de ingressar, em 1931, na Escola de Engenharia Mackenzie, que trocou dois anos depois pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. E, depois, foi professor titular dessa mesma famosa USP.

Ao diplomar-se em 1935 como engenheiro-arquiteto-urbanista, Castro Mello já era atleta nacionalmente consagrado, campeão paulista, brasileiro e sul-americano de salto em altura, salto com vara e decatlo, detentor de recordes nestas modalidades, tendo se dedicado também à natação, tênis e vôlei. Em 1936, ao participar das Olimpíadas de Berlim integrando a equipe brasileira de atletismo, aproveitou a oportunidade para estagiar por uma semana no escritório do arquiteto Werner March, autor do projeto do Estádio Olímpico da capital alemã.

UMA PRAÇA GIGANTE, UMA RARIDADE

Repito que Ícaro passou a maior parte de sua vida projetando praças esportivas gigantescas, verdadeiros cartões postais esportivos conhecidos no mundo inteiro. Quando recebeu o convite da Prefeitura de Umuarama, no final dos anos 60, para projetar a Praça Santos Dumont ficou surpreso. E aceitou de pronto o contrato como um desafio. E na sua prancheta deu um show de criatividade e de genialidade como arquiteto – a Santos Dumont até hoje é considerada moderna, mesmo quase meio século depois de construída. Em lugar nenhum existe nada parecido, tem até toques de ficção científica parecendo uma pista de pouso de naves extraterrestres...

Mas os pormenores desse projeto - e o significado deles - contarei com detalhes em outra reportagem para futura edição da série do livro “Memórias de um Repórter”. Esta reportagem a dediquei exclusivamente ao arquiteto genial Ícaro de Castro Mello! Talkei? (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

No início da cidade, aquele antigo ‘redondo’ era ocupado por grandes árvores. Daí todo mundo chamar aquele espaço de “Praça das Perobas”...

A Santos Dumont, no começo da década de 1970, depois de inaugurada. Meio século atrás, era espetacular aos olhares dos umuaramenses e dos visitantes, afinal, foi fruto de um projeto do arquiteto genial Ícaro de Castro Mello!

Pela primeira vez na história, a Santos Dumont foi completamente revitalizada agora pela administração do prefeito Celso Pozzobom! E a praça gigante ganhou nova vida!

Ícaro de Castro Mello, um dos mais brilhantes engenheiros, arquitetos e urbanistas do Brasil, cujas obras são conhecidas em todo o mundo.

O famoso Estádio Nacional Mané Garrincha de Brasília, obra admirada em nosso País e no exterior.

O Estádio Brinco de Ouro da Princesa, do Guarani Futebol Clube, em Campinas, outra obra projetada por Ícaro e inaugurado em 1953.

O Estádio e o Ginásio Ibirapuera, ícones da história esportiva da maior cidade do País, São Paulo, idealizados por Ícaro de Castro Mello na década de 1950.

Comentários
Veja também