Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BANNER MOBILE
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - JARDIM COLORADO 2
Anúncio - Emporio mobile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
SEGURANÇA
Escola Adventista de Umuarama reforça segurança para seus alunos e colaboradores
Se você é mãe, pai ou responsável por uma criança em idade escolar, provavelmente está com a mesma preocupação que todos: devo ou não devo levar meu filho à escola?
Publicado em 19/04/2023 às 09:14 Ítalo
Escola Adventista de Umuarama reforça segurança para seus alunos e colaboradores

Nos últimos dias, temos sido bombardeados com informações que nos fazem perder o sono. São avisos de ataques em escolas, com direito a dia e horário.

Essa onda de mensagens que geram pânico e preocupação na maior parte sociedade, começaram a surgir após dois ataques que aconteceram no país. O primeiro em 27 de março, quando um adolescente de 13 anos matou uma professora e feriu a facadas colegas e funcionários de uma escola em São Paulo. E o outro em 5 de abril, quando um homem de 25 anos entrou em uma creche em Blumenau, Santa Catarina, matou quatro crianças e deixou outras cinco feridas.

Essas duas notícias, chocaram e ainda chocam muitas pessoas. Porém, para um grupo da sociedade, esse tipo de situação gera o que os especialistas chamam de “efeito contágio”, termo baseado em pesquisas, que apontam estímulo a casos semelhantes quando a mídia repercute um massacre.

Tanto é que os veículos de imprensa responsáveis, têm deixado de dar detalhes e divulgar imagens das pessoas que praticaram os crimes, fator de extrema importância em tempo em que o discurso de ódio ainda é praticado por muitos grupos extremistas.

Mas, voltando a falar sobre as mensagens que circulam pelas redes sociais, falando sobre ataques nas escolas, é importante que você saiba que a maioria dessas informações são falsas e foram fabricadas com a única intenção de deixar a população ainda mais assustada.

É importante saber que as polícias de diversos Estados e o Ministério da Justiça vem monitorando e trabalhando para combater ameaças reais. No mês passado, em São Paulo, a Polícia Civil já conseguiu chegar em dezenas de possíveis atos violentos em diferentes municípios, onde fez apreensão de facas, máscaras e celulares.

Infelizmente, algumas pessoas mal intencionadas podem ser incentivadas por essas mensagens a praticarem crimes. Mas, de modo geral, elas só servem para causar pânico.

Se você receber alguma mensagem com conteúdos desse tipo, a orientação é que não repasse, pois compartilhando uma informação falsa ou que gera pânico sem fundamento, você também está contribuindo com a desinformação.

Para lidar com esse tipo de mensagem, o Governo Federal lançou um canal de denúncia online chamado “Escola Segura”, o endereço para acessar a plataforma é mj.gov.br/escolasegura. Lá as pessoas podem registrar denúncias, de maneira anônima e os dados enviados são analisados por uma equipe de 50 policiais, que terão plantão 24 horas, trabalhando no monitoramento das ameaças contra escolas na internet.

Esse assunto é delicado e muito complexo. Mas, o mais importante de tudo, é que você fique atento aos sinais dados pelas crianças. Acompanhe a vida escolar do seu filho, monitore as redes sociais e jogos de videogame e se perceber alguma atitude suspeita, converse com ele. 

O diálogo é a solução para muitos problemas, assim como acolher e não julgar ou reforçar um medo que a criança demonstra ter.

Cuide-se!

Para maior segurança a Escola Adventista de Umuarama reforça sua segurança interna privada e também tem o apoio externo pelos policiais do governo do Estado. No momento precisamos priorizar a segurança de nossos alunos e colaboradores.

A advogada Ana Paula Siqueira, especialista em direito digital, ressalta que as pessoas que espalham um conteúdo duvidoso também têm responsabilidade por ele. “Quem compartilha uma notícia falsa comete o mesmo crime de quem criou aquele conteúdo” diz ela.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - banner lateral vinho novo
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - banner lateral
Anúncio - Instituto do Coração
Anúncio - banner lateral
Anúncio - banner lateral
Comentários
Veja também