Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
PREPARANDO O FUTURO
Cursos de tecnologia da informação em Umuarama
O plano da Kroton põe fim no déficit de profissionais de TI no Brasil
Publicado em 16/02/2021 às 18:50 Ítalo
Cursos de tecnologia da informação em Umuarama

A diretora da Anhanguera Umuarama, Leila Jaqueline Seibold, compartilhou reportagem publicada esta semana na revista Exame (edição online) sobre o lançamento de 12 cursos de formação específica para áreas no mercado de tecnologia da informação pela Kroton Educacional, do grupo Cogna Educação, nona maior empresa relacionada a educação no mundo.

A Kroton opera 21 campi com a marca Pitágoras; 10 com a marca Unic; 5 com a marca Unopar; e, 10 com as marcas UNIME, Ceama, Unirondon, Fais, Fama e União. E nas marcas Anhanguera cerca de meio milhão de alunos matriculados em mais de 60 unidades pelo Brasil e mais de 300 polos de apoio para os cursos a distância. Ela também opera 804 escolas associadas no Brasil sob a marca Pitágoras, bem como 5 escolas parceiras no Japão e 1 escola parceira no Canadá. A seguir, a reportagem publicada pela revista Exame na íntegra: “O Brasil registrou uma alarmante taxa de desemprego de 14% no trimestre entre setembro e novembro do ano passado. Apesar disso, esse prospecto é menos sombrio dependendo da área de atuação do profissional. No mercado de tecnologia, para quem tem formação e habilidades requisitadas as vagas sobram. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o mercado de tecnologia da informação deve requistar 70.000 profissionais por ano até 2024. Em 2017, formaram-se 46.000 pessoas na área, com apenas 26.000 entrando no mercado de trabalho — o que pode apontar para uma defasagem dos currículos. Pensando em solucionar esse problema e de olho em uma oportunidade, a Kroton/Unopar, que faz parte da Cogna Educação, lança a Academia Tech, um conjunto de 12 cursos de nível superior tecnólogo, para preparar e formar profissionais para diversas áreas de tecnologia. Os cursos têm duração média de 4 ou 5 semestres e funcionam no modelo de ensino à distância, para ganhar escala e levar os cursos às cidades do interior, onde hoje não existem universidades ou faculdades. Eles são mais segmentados, dando ênfase a diferentes áreas, como computação em nuvem, cibersegurança, análise e ciência de dados, desenvolvedor de back end, desenvolvedor mobile, marketing digital, entre outros. A partir de segunda-feira que vem, 15, a Kroton irá lançar um hub próprio, para que esses cursos tenham uma área de inscrição dedicada, mas já é possível se inscrever. Atualmente, é comum encontrar formação rápida — e cara — nas áreas de maior demanda do mercado de tecnologia nos grandes centros, em escolas e bootcamps de renome internacional, como Iron Hack, Trybe ou 42. Mas esse tipo de formação é restrita aos grandes centros e, não fosse a pandemia, aconteceria de forma presencial. A Kroton/Unopar pretende unir a expertise que tem no segmento de ensino à distância, em que atua há 20 anos e conta com quase 575.000 alunos, para aumentar a formação de profissionais na área. Segundo Leonardo Queiroz (foto), vice-presidente de crescimento da Kroton/Unopar, o intuito é aproveitar o alcance da empresa e levar o ensino de áreas de tecnologia para fora dos grandes centros, focando em pessoas de até 30 anos, que terminaram o ensino médio recentemente e buscam alguma carreira. Dentre os 12 cursos ofertados, há opções começando a partir de 169 reais mensais. Queiroz, que tem passagem por grandes empresas das áreas de tecnologia e telecomunicações, como Apple, Tim e GVT, agora traz o conhecimento do mercado para a formação profissional nas faculdades do grupo. ‘Os cursos que vamos lançar na Academia Tech estão conectados com as demandas das grandes empresas. Fizemos parcerias com Amazon, Accenture, IBM, Cisco’, afirma. De acordo com o executivo, o intuito é emitir certificações dessas empresas para que os estudantes possam estar ainda mais alinhados com as necessidades do mercado de trabalho. Outra preocupação na hora de contratar tem sido as chamadas soft skills, habilidades mais ligadas ao campo da comunicação e conhecimento, como pensamento crítico, capacidade de resolução de problemas e diálogo para encontrar soluções coletivas. Pensando nisso, a grade dos cursos foi adaptada, incluindo disciplinas que abordassem justamente essa temática. ‘Não existe mais trabalho sozinho, desconectado. Temos um programa forte de soft skills, ensinando a necessidade de trabalhar com áreas como negócios. Inserimos isso nos cursos para entregar um profissional mais completo para o mercado’, afirma Queiroz”.

MAIS INFORMAÇÕES: ANHANGUERA UMUARAMA

Confira os cursos na área de TI:

-Análise e Desenvolvimento de Sistema

- Arquitetura de Dados (Novo)

- Cibersegurança (Novo)

- Ciência de Dados (Novo)

- Computação em Nuvem (Novo)

- Desenvolvimento Back-End

- Desenvolvimento Mobile

- Desenvolvimento Web

- Devops

-Inteligência de Mercado e Analise de Dados (Novo)

- Rede de Computadores (Novo)

Quem se interessou  sobre o assunto e quiser mais informações, entre em contato com a Anhanguera de Umuarama através dos fones (44) 3055-3276 ou (44) 9.8836-2022.

Siga nossas redes sociais: 

INSTAGRAM  / FACEBOOK

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também