Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - CAMPANHA NIVER 63 ANOS
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
TÁ BOM OU TÁ RUIM?!
Divulgados os valores do salário mínimo para os anos 2022, 2023 e 2024
Reajuste de 4,27%, na comparação com o valor deste ano, que é de R$ 1.100
Publicado em 10/05/2021 às 14:34 Italo
Divulgados os valores do salário mínimo para os anos 2022, 2023 e 2024

O governo projeta o valor do salário mínimo para os próximos três anos, de acordo com o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022. O valor divulgado é relativo ao ano de 2022, mas já conta com as previsões para 2023 e 2024. O valor proposto para o salário mínimo de 2022 significa um reajuste de 4,27%, na comparação com o valor praticado neste ano de R$ 1.100. Com a projeção do salário mínimo para os próximos três anos, temos os seguintes valores definidos:

VEJA OS VALORES:

Salário mínimo para 2022 – R$ 1.147,00

Salário mínimo para 2023 – R$ 1.188,00

Salário mínimo para 2024 – R$ 1.229,00

É importante ainda lembrar que segundo o Ministério da Economia, cada R$ 1 aumentado no salário mínimo representam cerca de R$ 315 milhões no orçamento da União. O aumento ocorre porque o aumento do piso salarial está atrelado ao aumento de benefícios da Previdência Social, como do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e seguros-desemprego.

VALORES SEM GANHO REAL

Apesar da correção do piso salarial, o valor segue sem ganho real aos trabalhadores. O texto foi divulgado pelo Ministério da Economia na quinta-feira (15). O envio acontece no limite do prazo estabelecido. O projeto ainda poderá ter ajustes ao longo da tramitação no Legislativo. O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, ressaltou que o governo tem até dia 31 de dezembro para chegar o valor a ser praticado no próximo ano. Caso a inflação final de dezembro acabe maior do que o projetado, o governo pode voltar a fazer uma nova correção. Quando o ajuste é feito apenas pela inflação, o novo valor é suficiente, na média, apenas para que as pessoas continuem sendo capazes de comprar o mesmo volume de coisas que compravam um ano antes, e que depois ficaram um pouco mais caras.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também