Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner mobile rodape
TRABALHO
Existem vagas de empregos, sim. O que falta é qualificação profissional!
Assim como em Umuarama há vagas, no Brasil são 260 mil ofertas de empregos
Publicado em 22/03/2021 às 15:12 Italo
Existem vagas de empregos, sim. O que falta é qualificação profissional!

Há vários anos a Agência do Trabalhador de Umuarama vem oferecendo opções de empregos, mas muitas das vagas não foram preenchidas por falta qualificação profissional dos que procuravam trabalho.

E não é por falta de oportunidades de fazer cursos profissionalizantes, pois eles vem sendo ministrados rotineiramente em Umuarama; dois exemplos de escolas dessa área são o Senac e o Senai, entre outros. Muitos desses cursos, inclusive, são realizados às vezes sem ter todas as vagas preenchidas por falta de interessados... E eles são da mais alta importância, pois preparam o trabalhador para ter mais chances no competitivo mercado de trabalho.

Segundo o Ministério da Economia, a falta de qualificação profissional tem produzido uma contradição no mercado de trabalho. Em janeiro de 2021 o Brasil registrou que tem 12,4 milhões desempregados, mas as empresas não conseguem contratar porque as vagas exigem mais qualificação!!! Principalmente no setor da indústria e de tecnologia da informação existem vagas sobrando, mas não aparecem pessoas qualificadas para ocupa-las.

Na contramão da crise, nunca houve tantas vagas de emprego em TI, um problema para o Brasil. Com a pandemia da covid-19, o ano de 2020 acentuou um problema do mercado de trabalho e do ambiente de negócios brasileiro. Faltam mais profissionais de tecnologia do que antes da pandemia. Segundo um relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, o déficit de profissionais pode chegar a 260 mil até 2024. O número é uma previsão ao comparar o aumento de empregos no setor com a capacidade de formação de alunos no Brasil.

O aumento na procura por desenvolvedores aconteceu principalmente porque o isolamento social forçou uma digitalização da economia. A alta demanda dos profissionais de tecnologia é global, não é só uma questão do Brasil. A pandemia acelerou ainda mais. Houve um crescimento da digitalização das empresas, que criaram produtos, investiram em vendas online, vendas de plataformas, etc. Todas tiveram e continuarão tendo que desenvolver isso.

Enfim, de uma forma geral, na atualidade para o trabalhador ser contratado tem que ter ensino profissionalizante. E isso vale para todos os setores, como o comércio, indústria, serviços e outros... Só quem estiver preparado com um bom currículo garantirá um ótimo emprego com um salário à altura de sua competência. (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

FONTE: Com informações de sites especializados em Trabalho & Profissões

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também