Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BANNER MOBILE NIVER 62 ANOS
Anúncio - Pilates mobile topo
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - banner mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - TOP LIFE RODAPE
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Campanha Obras
Anúncio - USE MASCARA MOBILE
O MUNDO MUDOU!
Redes sociais derrubam TVs e jornais impressos como fonte de informações
TVs perdem audiência e jornais impressos estão falindo no Brasil e no mundo
Publicado em 17/07/2020 às 10:02 Italo
Redes sociais derrubam TVs e jornais impressos como fonte de informações

De acordo com um documento da Reuters intitulado Institute Digital News Report 2020, o Instagram está caminhando para se tornar uma ferramenta de acesso a notícias bastante popular no mundo. O levantamento, feito com pessoas de 12 países, incluindo o Brasil, registrou a confiança dos usuários com base em como eles consomem notícias em diferentes plataformas.

Assim como no quesito popularidade, que cresceu de 3% para 36% de 2014 a 2020, o Instagram viu sua plataforma ser, em média, 3% mais procurada por usuários que buscam notícias (de 8%, em 2014, a 11%, em 2020) nos 12 países participantes do levantamento. O Brasil, inclusive, é o país que mais consome informações pela rede social, visto que 30% dos 2.058 brasileiros entrevistados relataram que usam o Instagram para isso.

Na mesma direção, o Twitter é outra rede social que presenciou um crescimento significativo, com 17% dos entrevistados brasileiros afirmando usarem a plataforma para consumir notícias. No ano passado, esse número era 15%.

FACEBOOK E O WHATSAPP, AS PREFERIDAS

Ainda assim, o Facebook e o WhatsApp representam as redes sociais mais preferidas para a consulta de informações, com 54% e 48% dos participantes, respectivamente, declarando que consumem notícias nessas plataformas. O WhatsApp, contudo, sofreu uma queda de 5% de 2019 para este ano.

Segundo o levantamento, o ano 2020 representa a primeira vez que as redes sociais (67%) superam a TV (66%) no que diz respeito ao consumo de informações. Por mais que a vitória das plataformas seja por apenas um ponto percentual, isso mostra como as coisas estão mudando no âmbito das notícias. Até pouco tempo o leitorado procurava os noticiários televisivos e os jornais impressos. Agora, a realidade é outra: as TVs estão perdendo cada vez mais audiência e os jornais impressos estão em decadência perdendo leitores, assinantes e anunciantes – é crescente o número deles que faliram nos últimos 3 anos no Brasil e no exterior!

FONTE: Agência Reuters

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também