Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - banner mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
EM UMUARAMA
Saúde realizou mais de 340 mil consultas em Umuarama em 2019!
Isso se deve ao sistema de Atenção Primária em Saúde
Publicado em 21/01/2020 às 09:20 Ítalo
Saúde realizou mais de 340 mil consultas em Umuarama em 2019!

Um dos avanços no atendimento da saúde em 2019 foi a implantação do sistema de acesso avançado, pelo qual o paciente passou a ter a consulta realizada em até 48 horas em seis unidades de saúde (1º de Maio, Cohapar I, Cohapar II, 26 de Junho, Lisboa e Serra dos Dourados). Outra medida foi a abertura das unidades de saúde ao atendimento em dois períodos às sextas-feiras.

De janeiro até 15/12, as unidades básicas de saúde (UBS) realizaram 343.252 consultas – mais de três vezes a população de Umuarama –, sendo 43.453 consultas de urgência, e também 7.658 coletas de exames preventivos, 5.098 exames de mamografia e 1.643.845 procedimentos. Dentre os atendimentos programados, houve 44.888 pacientes faltantes. A saúde bucal atendeu 136.668 pacientes, somando 246 mil procedimentos e 141.170 usuários nas atividades coletivas de orientação.

Diversos eventos mobilizaram e conscientizaram a comunidade: Não Passe Sufoco (prevenção ao engasgo), Agosto Dourado (estímulo à amamentação), Agosto Azul (saúde do homem), Setembro Amarelo (prevenção ao suicídio), Setembro Vermelho (doenças cardiovasculares), Outubro Rosa (saúde da mulher), Novembro Azul (prevenção ao câncer próstata), Novembro Vermelho (câncer bucal), campanhas de vacinação contra gripe, sarampo e febre amarela.

OBRAS

Nos investimentos estruturais, foram licitadas a reforma ou ampliação de cinco unidades de saúde (Vitória Régia, Jabuticabeiras, Panorama, Serra dos Dourados e Santa Eliza). Um contrato em vigência prevê reparos e adequações nas unidades, com valor de R$ 1 milhão. As adequações já iniciaram e melhorais já são notadas nas unidades Cidade Alta, 1º de Maio, Jardim Cruzeiro e Lisboa, informou Elizeu Ampessan, coordenador da Atenção Primária em Saúde.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também