Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
DEMÊNCIA
Novo olhar sobre os cuidados com o cérebro do idoso
Pesquisas científicas elencam fatores de risco
Publicado em 02/10/2019 às 15:30 Ítalo
Novo olhar sobre os cuidados com o cérebro do idoso

A demência – termo utilizado para descrever doenças neurodegenerativas e progressivas – é citada como um dos principais problemas de saúde devido ao rápido crescimento populacional em idosos. Cada vez mais se faz necessário fortalecer o conhecimento e o controle de condições crônico-degenerativas frequentes na faixa etária dos 60+.

As demências têm grande relevância por terem se tornado uma condição clínica comum em idosos, causando neste grupo etário morbidade e mortabilidade. Além disso, podem gerar prejuízos na qualidade de vida, como a perda da autonomia, presença de dependência e maiores custos em internações.

Em 2005, um documento internacional foi publicado no Jornal Lancet em que foi estimado que 24,3 milhões de pessoas no mundo tivessem demência. Outros estudos apontaram que, em 2010, a população com demência subiu para 35,6 milhões. Nesta proporção, o número de pessoas acometidas por síndromes demenciais iria dobrar a cada 20 anos, atingindo 81,1 milhões de indivíduos em 2040.

O total de casos novos em demência no mundo a cada ano é de aproximadamente 7,7 milhões. Com isso, calcula-se a descoberta de um novo diagnóstico a cada quatro segundos.

Além de doenças neurodegenerativas, a idade avançada pode associar-se ao aumento dos fatores de risco cerebrovascular; tais como tabagismo, aumento da concentração de triglicérides e colesterol, uso de álcool moderado, hipertensão arterial não tratada, diabetes descompensada e doenças cardíacas.

Assim como a idade, o baixo nível de escolaridade aparece em muitos estudos como um fator de risco aumentado para desenvolver demências. Uma vez que um cérebro é sujeito a poucos desafios intelectuais, fica mais susceptível à agressão de proteínas neurodegenerativas.

depressão aparece em alguns estudos como outro fator de risco para o desenvolvimento de demência, podendo ser inclusive uma demência reversível.

Alguns estudos citam o gênero feminino como fator de risco para comprometimento da memória, porém ainda é um dado bastante controverso, que necessita de maiores investigações.

Outros estudos destacam que a terapia de reposição hormonal (TRH) apresentou menor associação com ocorrência de demência em mulheres, mas ainda há a necessidade de confirmação de novos estudos, principalmente verificando a idade de início da terapia e o tempo de reposição.

Neste contexto, estudos destacam a importância de praticar exercícios de ginástica cerebral, para que se possa gerar a formação de reserva cognitiva no indivíduo e assim, melhorar o seu desempenho cognitivo, protegendo-o de doenças neurogenerativas e cerebrovasculares.

Outro dado relevante é que a prática de atividades físicas é frequentemente associada nos grandes estudos de centros de pesquisa, com o menor risco de desenvolvimento de comprometimento da memória e de demência em estudos populacionais. Altos níveis de atividade física foram associados com riscos reduzidos de comprometimento da memória.

Sabe-se que, embora a atividade física isoladamente ainda necessite de mais estudos sobre seu fator protetor para demências, o risco de desenvolvimento de doenças neurodegenerativas em idosos é em média 3 vezes maior em indivíduos sedentários.

Este breve contexto com os dados de algumas das principais pesquisas realizadas sobre a temática das demências evidenciam o olhar que se tem hoje sobre fatores protetores. Destaca-se na ciência que as doenças neurodegenerativas são hoje um problema de saúde pública, em virtude de sua alta prevalência e dos altos custos para as famílias, para o indivíduo e para os serviços de saúde.

Supera Umuarama

Para fazer uma aula gratuita, CLIQUE AQUI e reserve seu horário ou vá direto a escola Supera localizado na Av. Paraná, 5885 Sala 2 anexo ao Supermercados Cidade Canção I em Umuarama.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também