Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - NATAL
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Porto Cobrinco
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
PREVENÇÃO
Adulto tem que tomar vacina?
Conheça os oito tipos de vacina que você deve tomar na fase adulta
Publicado em 21/02/2019 às 09:39 Ítalo
Adulto tem que tomar vacina?

Todo mundo conhece o calendário de vacinação das crianças e sabe que, de tempos em tempos, os idosos e as gestantes precisam receber a vacina contra a gripe.

Mas o que pouca gente sabe é que existem vacinas que devem ser tomadas na fase adulta, por todas as pessoas. Em geral, ao chegar à fase adulta, as pessoas tendem a abandonar o cuidado preventivo que a vacinação proporciona.

O resultado desse abandono pode ser visto em surtos, como o ocorrido no ano passado, de febre amarela. Também o sarampo, considerado erradicado até 2016, voltou a registrar surtos em 2018.

Pouca gente sabe se já foi ou não vacinado contra essas doenças, pois já não possui mais o documento de registro: A carteirinha de vacinação.

Números que preocupam

Atualmente o Brasil está longe de ter uma cobertura completa de pessoas vacinadas em todas as recomendações para cada fase da vida. A fase adulta é a que está mais distante do desejado.

Um exemplo é a vacina Tríplice Viral: Nem 5% da população adulta brasileira é vacinada contra caxumba, rubéola e sarampo. Esta vacina deve ser tomada em duas doses, ainda na infância. No entanto, se as duas doses da vacina não foram administradas durante esse período, ela pode ser tomada na fase adulta. Outra recomendação é que adultos nascidos a partir de 1960 também recebam uma dose.

 A Vacina Dupla, contra difteria e tétano, também é aplicada na infância, em duas doses. No entanto, é preciso que o adulto faça o chamado “reforço”, recebendo doses dessa vacina a cada 10 anos. No ano passado, nem 40% da população adulta estava imunizada por essa vacina.

Por conta do surto de Febre Amarela e a grande campanha realizada pelo Ministério da Saúde em 2018, a vacinação que previne essa doença apresenta números melhores. Ainda longe do ideal, cerca de 78% da população adulta brasileira foi vacinada.

A falta de informação também é um problema quando o assunto é vacinação adulta. A vacina HPV, por exemplo, é comumente confundida como uma vacina exclusiva para adolescentes do sexo feminino. No entanto, a vacina que mantém o corpo imunizado contra o Papiloma Vírus Humano, deve ser administrada em homens e mulheres em qualquer fase da vida, a partir dos 9 anos de idade.

Por que vacinar?

As vacinas previnem doenças contagiosas provocadas por vírus ou bactérias, que podem ser transmitidos no contato humano cotidiano. Quando uma pessoa toma a vacina, faz com que o seu organismo se torne resistente à doença, mesmo que entre em contato com ela, por meio de outra pessoa contaminada.

Quais vacinas tomar?

Atualmente, o Ministério da Saúde recomenda apenas 4 vacinas para adultos entre 20 e 59 anos:

  • Hepatite B - Três doses, de acordo com a situação vacinal;
  • Febre Amarela - Uma dose se nunca tiver sido vacinado;
  • Tríplice Viral – Se nunca vacinado, são duas doses para quem tem 20 a 29 anos e uma dose para 30 a 49 anos;
  • Dupla adulto (DT) – Reforço a cada 10 anos.

Outras quatro vacinas podem também ser aplicadas em adultos. São elas:

  • Hérpes Zóster (Varicela e Catapora);
  • HPV;
  • Influenza (Gripe);
  • Pneumo 23 (Pneumonia);

Procure o posto de saúde mais próximo de sua casa e informe-se sobre a disponibilidade destas vacinas. Não deixe de fazer a imunização. Previna-se!

Por Anita Leite

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também