Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - CAMPANHA NIVER 63 ANOS
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
MELANCÓLICO CENÁRIO
‘Velho centro’ continua esquecido...
A Praça Santos Dumont hoje vive deserta, inútil e enfeia Umuarama!
Publicado em 08/06/2018 às 22:06 Italo
‘Velho centro’ continua esquecido...

Com o emergir do novo centro comercial de Umuarama, no Alto da Avenida Paraná, onde vai reinar absoluto – quando não sei - o futuro shopping Palladium, o outro lado da cidade vai ter obrigatoriamente que passar por mudanças para se nivelar àquela nova concentração empresarial que está surgindo alavancada pela atual onda de desenvolvimento.

O “outro lado” da cidade – o Alto da Paraná -  surge impávido, pontilhado por belos e portentosos projetos arquitetônicos, brindando a Capital da Amizade com ares de metrópole avançada e rumo ao futuro.

O “centro antigo”, ao redor da Praça Santos Dumont, remonta ao fim da década da fundação de Umuarama, ou seja, tem a idade da própria cidade, que vai emplacar seu 63º aniversário.

No decorrer do tempo pouca coisa mudou ali, a começar pela própria praça do famoso Obelisco da Amizade, que recebeu pequenos toques de revitalização, mas continuou com a mesma imagem de sempre, deserta em virtude do trânsito veloz e furioso que gira em sua órbita que impede a frequência dos pedestres no logradouro – ninguém se arrisca atravessar a via para chegar a ela.

Os prédios à sua volta, passaram por mínimas mudanças, apenas no sentido de reformas, manutenção e conservação.

Ali não surgiu nenhuma construção nova. Inclusive, os edifícios mais antigos, como aquele construído pelo Bamerindus e os demais, mantêm as mesmas linhas do passado. Nada que modernizasse a paisagem do “coração” de nossa urbe.

Assim como a maior parte do comércio ao longo da Avenida Paraná – e na paralela Avenida Maringá – tem investido alto em reformas e até mudanças radicais (novas construções), passou da hora da Praça Santos Dumont ganhar uma nova vida.

A exemplo de algumas cidades do interior paranaense, que investiram em urbanismo e paisagismo, Umuarama deveria voltar as suas atenções para a Santos Dumont. Quem sabe com uma boa reforma, instalação de quiosques comerciais, promoção de eventos e medidas que organizem o fluxo de veículos respeitando o público pedestre ela volte a ser útil e ponto de encontro das famílias. Do jeito que está, além de não servir para absolutamente nada, enfeia e é um transtorno para o centro da Capital da Amizade.

Inclusive, quando isso acontecer certamente vai ser melhor para lojistas e empresas em termos de retorno com o crescimento das vendas, porque é notório que a distinta freguesia deste novo milênio aprecia frequentar ambientes mais bonitos e mais atuais em termos de conforto, decoração, atendimento, etc.

Essa mudança positiva serviria como exemplo de motivação para que outros empresários da área mais antiga de Umuarama também invistam na renovação de seus ambientes.

Da mesma forma reverteria em atrair maior movimentação no período noturno, pois toda a população bem sabe que à noite aquele espaço torna-se solitário, escuro, melancólico até, por falta de cores e iluminação. E, pior, até perigoso em certos pontos frequentados por zumbis drogados e vândalos das madrugadas, por falta de segurança.

Já se faz tarde que todos os proprietários de imóveis e estabelecimentos comerciais invistam numa decoração externa moderna, com painéis luminosos e coloridos, vitrines bonitas e novas calçadas. Certamente iriam revestir o centro pioneiro de mais vida e, provavelmente, ser elemento para reavivar a própria Praça Santos Dumont, que foi um lugar movimentado e alegre eternizado na memória das gerações do passado...

Era realmente, como indica o imponente Obelisco, o ponto de encontro dos amigos naquelas tardes e noites dos fins de semana já distantes. A cidade e a nossa gente merecem a alegria de ter aquela área totalmente repaginada, à altura de sua grandeza – Umuarama está entre as cidades mais desenvolvidas do Paraná!!!

Já fizemos várias reportagens sobre este tema em jornais impressos. Agora, voltamos ao assunto neste Portal Coluna ITALO, na esperança que mudanças inteligentes aconteçam no local mais palpitante – rodeado pela maioria das agencias bancárias e a poucos metros do Centro Cívico. É o centro da geografia urbana de Umuarama! (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Esta imagem do alto do céu mostra bem que a Praça Santos Dumont envelheceu, perdeu os encantos do passado e hoje vive deserta... Ao seu redor pouca coisa mudou. Essa paisagem merece uma repaginação, afinal é o coração da geografia urbana de Umuarama.

A Santos Dumont, a maior praça do centro da cidade, em imagem de 1970. Mais de meio século, a arquitetura antiga ainda prevalece; as mudanças resumem-se apenas a obras de reformas e conservação...

Comentários
Veja também