Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - MOBILE
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
TEMPOS DOURADOS!
Ó, saudade dos grandes carnavais!
Hoje, não existem mais em Umuarama o ziriguidum e o borogodó de antigamente!
Publicado em 18/02/2018 às 13:27 Italo
Ó, saudade dos grandes carnavais!

Definitivamente, nunca mais acontecerão grande carnavais como antigamente! Em Umuarama, então, a folia foi abolida da agenda: aqui, feverê num tem carná!!! Os pandeiros emudeceram, pierrôs, colombinas, arlequins e foliões hoje só existem na minha memória e na daqueles que viveram intensamente cada momento dos grandes bailes na antiga ACEU, no Country Club, no Harmonia ou no Clube Português.

A Avenida Paraná ficou deserta, os grandes desfiles, com fantasias, animação contagiante e até trios elétricos pararam no tempo, lá no início da década de 1990... Eram tão fortes as emoções, que a nossa passarela do samba ficava completamente lotada de ponta a ponta. Fervia de gente mesmo! E nossa gente cantava e sambava junto!

Tudo isso acabou! Depois, ainda tentaram manter viva a tradição, mesmo com garra e paixão, mas nada comparável ao que vimos e curtimos naquelas folias que agora só retumbam em nossas lembranças, doces recordações... O zirigudum e o borogodó típicos das antigas folias evaporaram!

Mas, para mim, o Carnaval de Umuarama ainda continua muito vivo, fervilha nos labirintos da memória. Ainda ouço o grito ecoando forte no alto da avenida: “A Pantera Negra está chegaaaando aí, geeeeeeente!”. E a multidão ia literalmente ao delírio!

E a famosa bateria da maior escola da cidade fazia o asfalto tremer. E seguindo atrás na cadência do samba enredo, mais de mil festeiros compondo uma série de alas. Da comissão de frente ao boneco gigante que desfilava por último, era só alegria, frenesi total! Já viram algo igual hoje no centro da cidade em época de Carnaval??? Não, né! Nem verão mais...

Para homenagear todos os carnavalescos, todos os foliões, todas as colombinas, pierrôs e arlequins de “meu tempo”, todas as escolas de samba e blocos, todos os músicos sambistas e todos aqueles que lutaram bravamente para construir a história de uma época festiva inesquecível, dedico a seguir algumas imagens que perpetuam para a posteridade um tempo que não volta mais! Bons tempos em que a nossa gente era mais alegre, mais feliz.

Vamos recordar juntos, eu aqui nestas linhas e vocês “da antiga” onde estiverem!!! Salve o eterno Rei Momo (digo, todos os que reinaram nos carnavais de nossas vidas!), Salve a alegria! E viva o Samba, Viva o Carnaval! (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

www.colunaitalo.com.br

Confira as imagens do desfile da Escola de Samba “Pantera Negra” em 1990, com samba-enredo em homenagem ao colunista Italo Fábio Casciola; e personagens da folia nos clubes.

Comentários
Veja também