Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - Sustentabilidade móbile
Anúncio - 2 dose completa mobile
Anúncio - banner rodape
COM OS PÉS NO CHÃO
Nilda Santana: Oito Anos de Sucesso
Empresaria de moda fala sobre sua jornada de vida
Publicado em 09/02/2018 às 20:58 Italo
Nilda Santana: Oito Anos de Sucesso

Ela não sonha em ser conhecida em todo o Brasil e pelo mundo afora. Ela não faz questão de ver seu trabalho exposto em corpos perfeitos de gente famosa por aí. Ela vive “sem medo e com os pés no chão”, diz. O que ela quer mesmo é ver o sorriso estampado no rosto de cada cliente... isso basta!

Totalmente satisfeita com o que conquistou até aqui, Nilda Santana não tem planos mirabolantes de explodir em sucesso ou de ganhar muito dinheiro com fama, não. Ela é feliz com o presente e agradece a Deus diariamente por cada vitória.

Um passado que fez o presente

Menina de origem humilde, “Nildinha” - como era conhecida entre os mais chegados - ajudava a mãe a copiar modelos de vestidos encontrados em revistas. Para mãe Cleuza , analfabeta, era muito difícil compreender os traços nos planos que vinham prontos em revistas de moda.

Mesmo assim, a silenciosa lição de persistência da mãe mostrou logo à Nilda Santana que a curiosidade e o interesse valem mais que o conhecimento técnico. “Foi dela que herdei o gosto pela costura. Com ela me apaixonei por vestidos de noiva. O vestido de noiva de minha mãe foi minha maior inspiração!”, conta Nilda.

Em casa, a jovem Nilda Santana aprendeu a moldar, cortar e costurar apesar da simplicidade de sua professora.

Desde a adolescência praticando o corte e a costura, chegando até ao nível de empresária no ramo, foi só no ano passado que Nilda graduou-se em Moda, pela Unipar.

Seguindo o caminho inverso daquele que é tido como convencional, passando primeiro pela prática e depois aprendendo a teoria, Nilda Santana desenvolveu grande habilidade no design de moda. Hoje, é capaz de “adivinhar” medidas só de olhar para o corpo de uma cliente.

Profissionalmente, tudo começou na loja de outra pessoa. Com Beta Ranzani, Nilda Santana trabalhou muitos anos, passando por diversas funções. Tanta experiência resultou em motivação para abrir o próprio negócio.

“Lembro-me como se fosse hoje: Dia 8 de Novembro de 2010 eu fiz minha primeira venda no meu próprio negócio!”, conta Nilda Santana.

Um momento marcante

Em um sábado qualquer, quando chegou para trabalhar em sua loja, Nilda deparou-se com muitos clientes aguardando atendimento. “Eram tantos, que precisavam se apinhar na pequena sala”, conta Nilda.

Foi aí que, a mulher tão falante e ativa (quem conhece sabe que ela é miúda, mas tem muita energia!), viu-se paralisada.

Em êxtase, Nilda Santana percebeu que seu trabalho tinha chegado a um nível maior do que ela mesma compreendia. Ela viu que tinha mais clientes do que era capaz de atender... o sonho de todo comerciante! No entanto, não teve tempo para sequer sentir comemorar: Rapidamente foi conversando com todos os presentes e agendando horários para os próximos dias.

Foi então que Nilda percebeu que precisaria de uma área maior para sua empresa. Mais e mais funcionários foram fazendo parte do sonho e da realidade dessa talentosa designer de moda.

O presente e o futuro

Hoje, Nilda já possui duas lojas. A loja de Umuarama é sinônimo de exclusividade e bom gosto com modelos assinados por ela. Ali, todos os processos da fabricação para vestidos de gala e noiva são realizados na loja de Nilda Santana: Desde as medidas, a escolha do modelo, de tecidos, o corte, a modelagem, costura, bordados e acabamentos...tudo! Tudo passa pelo olhar atento dela.

A loja de Maringá ainda é uma novidade que está em expansão. Ali grandes marcas mundiais de vestidos de festa e noivas serão expostos e vendidos.   

Já faz três anos que Nilda sonhou fazer a pós-graduação na Espanha. Com a conclusão do curso de Moda no ano passado, o sonho esmoreceu e Nilda pensou em esperar ainda algum tempo para cursar a pós-graduação. No entanto, a vida veio de encontro aos sonhos dela e agora Nilda tem em suas mãos o convite para estudar “lá fora”, do jeito que sonhara há três anos.

“Estou otimista quanto a 2018. Tenho boas perspectivas!”, vislumbra. E Nilda Santana sabe das coisas: É possível que a economia brasileira volte a aquecer, dando uma força para os empresários “guerreiros”, que se mantiveram na última crise.

Por Anita Leite

Nilda segue sonhando com “os pés no chão”, buscando ser especial para qualquer pessoa que chegar à sua loja. E que venham mais oito, dezoito, oitenta... anos de sucesso para Nilda Santana!

Comentários
Veja também