Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - Sustentabilidade móbile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - 2 dose completa mobile
Anúncio - banner rodape
MEIO SÉCULO DE EMOÇÕES:
50 anos do eterno Gigante da Baixada
Inaugurado em 1971, o estádio é motivo de orgulho da Capital da Amizade!
Publicado em 26/08/2021 às 08:48 Italo
50 anos do eterno Gigante da Baixada

As novas gerações, principalmente os umuaramenses que hoje são fãs do futebol de salão que dominou a cena esportiva da cidade, nem sabem que aquele grande espaço verde, onde hoje predomina a calma e o silêncio, antigamente foi palco de grandes emoções com jogos memoráveis entre o Umuarama Futebol Clube e poderosas equipes que vinham protagonizar partidas fantásticas. Lotado, as comemorações de gols faziam o lugar tremer: a torcida do “Tigrão” era poderosa, fanática, e torceu com paixão durante o longo tempo em que o time existiu.

Realmente, memoráveis espetáculos que me fazem lembrar de uma época em que realmente o futebol de campo era paixão nacional – e não apenas um comércio que movimenta grandes fortunas e transforma atletas em milionários como é hoje... Pois é, bem no centrão da cidade, o Estádio Municipal Lucio Pipino merece realmente o título de Gigante da Baixada.

Quando a gente chega de avião, visto do alto, ele é espaço que mais se destaca na geografia urbana. Seu gramado verde visto lá do alto do céu causa admiração aos visitantes - e para quem vive aqui é uma farta fonte de saudade. Por aquele gramado desfilaram os times de elite mais amados do Brasil, como Corinthians, Santos, Flamengo, Coritiba...

Nem consigo lembrar de todos (tanto das equipes como dos famosos jogadores) pois a lista dos que passaram por ali é loooonga e, certamente, vou esquecer de muitos...

TIGRÃO EMPATOU COM O TIMÃO!

Mas um jogo que fez a Capital da Amizade ferver foi o do Corinthians versus o Tigrão, realizado na noite do domingo 5 de dezembro de 1973. Um amistoso, é bom frisar, que acabou empatado de 1 a 1!

O gol do Corinthians foi marcado por Vaguinho. Índio empatou pelo Tigrão e a galera foi ao delírio... O Gigante da Baixada ficou completamente lotado. E prova disso foi a renda nas bilheterias: Cr$ 138.000,00 (Cruzeiros)!!!

Na época, uma fortunaaaa! Detalhe: Nesse inesquecível jogo contra o Corinthians, nas arquibancadas e todos os demais espaços do estádio estavam lotados. E mais: havia gente pendurada nos galhos das árvores do vizinho Bosque Uirapuru. E todo aquele morro da Sanepar estava tomado por uma imensa multidão. Muitos assistiram o jogo sem pagar confortavelmente acomodados nos seus carros parados naquelas ruas lá do lugar mais alto da Capital da Amizade! Depois da partida, o povo foi comemorar lotando todos os bares da cidade e o festão ferveu até o amanhecer... Afinal, o Timão nunca tinha vindo a Umuarama e a galera corintiana ‘tomou todas’ comemorando seus ídolos ziguezagueando no gramado na disputa da bola contra os valentes atletas do Tigrão. A partida, repito, era amistosa.

HOMENAGEM AO PIONEIRO DA IMPRENSA

O Estádio Municipal de Umuarama foi batizado de Lúcio Pipino em homenagem ao empresário gráfico dono do primeiro jornal da cidade – “A Gazeta de Umuarama” – e também um dos maiores incentivadores do futebol desde a fundação da Capital da Amizade. (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

PATRIMÔNIO BEM CUIDADO

O Estádio Municipal é um verdadeiro patrimônio de Umuarama, que resiste ao tempo e continua sendo palco de diversos eventos esportivos. Uma equipe da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel) dedica-se a cuidar do gramado que, mesmo neste período de seca extrema, chama a atenção pelas excelentes condições de uso.

A pandemia de coronavírus obrigou o fechamento do local, porém, com a flexibilização autorizada por meio de decreto, treinos e competições já estão sendo realizados, com respeito aos protocolos de segurança determinados pelo COE (Centro de Operações de Enfrentamento à Covid-19).

“Crianças e adolescentes que participam do Projeto Bora Jogar, equipes do futebol amador e atletas da Associação de Rugby jogam naquele espaço nos finais de semana. Vale destacar que a Smel está de portas abertas para receber solicitações de reservas de outros grupos de atletas amadores ou profissionais”, indica Jeferson Ferreira, secretário municipal de Esportes e Lazer.

Ele destaca que a dedicação dos servidores para manter o Estádio em funcionamento é tanta, que até um sistema de irrigação exclusivo foi implantado. “A equipe de servidores da Smel é fera. Cuidam tanto do gramado, quanto dos banheiros e vestiários, que, mesmo estando com tendo uma estrutura moderna, estão sempre limpos, lavados e prontos para uso de nossos atletas”, comenta Jefinho, lembrando que para reservar atividades esportivas no Lúcio Pipino, os interessados devem entrar em contato com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer no telefone (44) 3906-1090.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também