Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - A FORÇA QUE UMUARAMA PRECISA MOBILE
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
EXCELENTE NOTÍCIA:
Auxílio vai continuar até setembro!
E se a pandemia continuar, deverá chegar a dezembro!!!
Publicado em 09/06/2021 às 09:14 Italo
Auxílio vai continuar até setembro!

Atendendo à solicitações de governadores, o Governo Federal deverá estender o pagamento do auxílio emergencial até o mês de setembro. O valor a ser pago provavelmente continuará a ser os R$ 250,00 que vêm sendo pagos desde que o benefício foi prorrogado para uma nova rodada em 2021. O argumento dos mandatários estaduais é que somente o avanço da vacinação contra a Covid-19 poderá dar um verdadeiro sossego à atividade econômica. Os governadores têm impetrado medidas de restrição e isolamento em seus estados, visando a diminuição de casos e mortes provocadas pela doença. A linha de pressão usada pelos governadores têm sido os parlamentares de seus estados que, por sua vez, pressionam os presidentes das casas legislativas, em especial o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

O AUXÍLIO PODE IR ALÉM DE SETEMBRO

Segundo alguns especialistas, a vacinação em massa da população pode demorar a ser concretizada. Além disso, mesmo com a vacinação concluída em duas doses, recomenda-se que os cuidados contra a infecção causada pelo coronavírus continuem. Sabendo disso, os governadores e prefeitos calculam que terão que permanecer com medidas restritivas e de distanciamento por mais tempo, o que afeta a renda de grande parte da população, em especial os chamados ‘invisíveis’, que são trabalhadores informais e profissionais liberais. Logo, os parlamentares que são favoráveis à prorrogação do auxílio ganham mais força na pressão que fazem sobre o governo.

AUXÍLIO PODE SEGUIR ATÉ DEZEMBRO!

Segundo informações de bastidores, circula uma proposta no parlamento para a prorrogação do auxílio para além até mesmo de setembro. Trata-se do Projeto de Lei (PL) nº 527/21, de autoria do deputado federal André Janones (Avante-MG), que propõe o aumento do valor do auxílio para R$ 500,00 e estende o pagamento do benefício até dezembro. Janones é um dos parlamentares mais empenhados na prorrogação do auxílio, bem como no aumento dos valores pagos. Porém, os caminhos que o governo quer trilhar são outros. Informações preliminares dão conta de que o Governo Federal prepara uma Proposta de Emenda a Constituição (PEC), que estende o pagamento do auxílio por mais quatro meses, a contar do término da rodada atual que se encerra em julho.

OS PLANOS DO GOVERNO FEDERAL

É de conhecimento público que a prorrogação do auxílio emergencial é do interesse do governo. O próprio Ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou recentemente que o avanço da pandemia e a lentidão na vacinação são fatores preponderantes na decisão do governo de apoiar a medida. Em consonância com o desejo do governo, parlamentares querem usar o auxílio emergencial como suporte de renda à população carente, enquanto a proposta do programa que irá substituir o Bolsa Família não fica pronta. Segundo avaliam deputados e senadores, sem o pagamento do auxílio e sem o pagamento do Bolsa Família, milhões de famílias ficariam desassistidas em meio à pandemia. Ainda segundo interlocutores do governo federal, o acréscimo nos valores pagos pelo auxílio emergencial não deverá acontecer com a prorrogação do pagamento. A faixa de valores pagos deverá continuar sendo entre R$ 150 e R$ 375.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também