Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
Anúncio - A FORÇA QUE UMUARAMA PRECISA MOBILE
Anúncio - arte nova mobile
TRÂNSITO
Mulher dirige melhor que o homem!
Estatísticas comprovam: elas são mais responsáveis ao volante!
Publicado em 10/03/2021 às 10:44 Italo
Mulher dirige melhor que o homem!

Está comprovado: as mulheres dirigem melhor que os homens e as estatísticas de trânsito dão todo o suporte para esse veredito. Com uma liderança positiva das estatísticas, o sexo feminino mostra que é possível cultivar um trânsito seguro e pacífico. Apesar de muitos homens terem preconceito contra mulheres no volante, é fato de que elas têm muito para ensiná-los. Além de afastar a misoginia, o sexo feminino também pode servir como base para que os homens aprendam, de fato, a dirigir. E não estamos falando apenas de habilidade.

MULHER NO VOLANTE, BOM EXEMPLO CONSTANTE

Segundo dados do Infosiga SP, de cada 100 condutores que morrem em acidentes de trânsito, apenas 8 são mulheres. E não é apenas uma questão de proporção: os homens costumam ser mais violentos atrás do volante, gerando brigas, acidentes e prejudicando a paz de forma geral. Segundo alguns dados da seguradora Líder, 88% das indenizações pagas por morte foram pra homens, enquanto apenas 12% foram para mulheres; No caso dos demais veículos, 76% dos indenizados foram homens e 24% mulheres; Já para as indenizações, 79% dos valores pagos foram para pessoas do sexo masculino, enquanto 21% foram pagas para pessoas do sexo feminino; No geral, a maior incidência de indenizações vai para homens, com 75% do total pago, contra 25% para mulheres. Assim, com tantos dados – de várias fontes – mostrando que mulheres dirigem melhor, não há como questionar isso e ainda difamar a mulher no trânsito. Isso é simplesmente inaceitável e esse comportamento precisa mudar rapidamente.

AS ATITUDES COMPROVAM

Ficou constatado que homens costumam se arriscar mais ao transitar pelas ruas. Dirigir embriagado, drogado, com sono ou, simplesmente, correr demais e tirar “rachas” com outros veículos aumentam consideravelmente as chances de acidentes acontecerem. E os homens abusam nesses quesitos. O mesmo vale para as motos, onde é comum vermos motociclistas empinando e fazendo malabarismo nas ruas. Motoboys – que em sua maioria são homens –, apesar de estarem em horário de trabalho, também arriscam a segurança do público com manobras, alta velocidade e ações perigosas. Pode até ser divertido para quem faz, mas a exposição da própria segurança e de terceiros, certamente, não tem graça nenhuma. As mulheres dirigem melhor por serem mais controladas e se arriscarem menos, portanto, sofrem menos com a violência nas vias. Saber dirigir em alta velocidade e se desviando rapidamente de outros veículos só é importante no automobilismo.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também