Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - Mobile
Anúncio - NATAL MOBILE
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Natal de Reencontros mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner mobile rodape
NOVOS TEMPOS
O talão de cheques está fora de moda
A popularização do cartão de crédito soterrou o velho talão
Publicado em 03/03/2020 às 14:40 Italo
O talão de cheques está fora de moda

Ele já foi um dos símbolos de status financeiro. Possuir um talão de cheques “especial” era quase como ter um atestado do banco, o qual confirmava que o portador era cidadão de crédito na praça. Bom pagador, tinha dinheiro depositado.

No entanto, a modernização das operações financeiras e a popularização do cartão de crédito estão soterrando o velho talão. Desde 1995, quando a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) deu início ao acompanhamento do volume anual de cheques compensados, a quantidade de folhas em circulação no País caiu 85%, na comparação com os dados do último ano.

ESTÁ FORA DE MODA!

Conforme a Febraban, além de concorrer diretamente com o cartão de crédito, o talão de cheques vem perdendo a preferência dos clientes, que têm optado por formas ainda mais modernas.

Desde 2016, o volume de operações eletrônicas realizadas cresce. Tanto que, atualmente, estima-se que 57% de todas as transações bancárias sejam feitas por meio da internet. A maior parcela delas – 34% – via aplicativos de telefones celulares.

Mais que um hiato na modernidade, o cheque pré-datado também não “vira” dinheiro de forma rápida na mão do empresário, como a compra feita por cartão de crédito, por exemplo. Dependendo da necessidade, o lojista pode pedir antecipação do valor vendido com cartões, diretamente ao banco. Paga por isso, mas tem dinheiro mais rápido, enquanto o cheque pode ser sem fundos.

TEXTO: Italo Fábio Casciola

FONTE: Febraban

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também