Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
ERA DIGITAL
Internet faz a terceira idade mais feliz
Viver conectado com as redes sociais faz bem à saúde mental dos idosos
Publicado em 29/07/2019 às 11:07 Italo
Internet faz a terceira idade mais feliz

No início da década se apregoava que a internet era ‘coisa de jovens’... Ledo engano. Já nessa época, mas ainda sem despertar a curiosidade da mídia, pessoas idosas, com mais de 55 anos, já navegavam pela internet, sim.

E nesse ritmo, sem atrair muito a atenção, esse grupo foi se agigantando e hoje dispara em crescimento, pois descobriu na web uma mina interminável de informações para melhorar a sua qualidade de vida.

Segundo pesquisa divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em junho deste ano, 19,7% da população idosa brasileira utiliza a internet — dez anos atrás, os usuários eram apenas 6,5%. O número de idosos dessa faixa etária que utiliza o celular também aumentou muito: pulou de 15,2% em 2006 para 59,6% nos dias de hoje!

De acordo com o levantamento, o Brasil tinha 28 milhões de idosos no ano passado, ou 13,5% do total da população. Em dez anos, chegará a 38,5 milhões (17,4% do total de habitantes). Aí dá para ter uma noção de quanta gente mais da terceira idade irá ingressar nas ondas da internet...

A pesquisa mostrou que, em 2017, o Brasil tinha 126,3 milhões de usuários de internet, o que significou um aumento de 10,2 milhões de usuários em comparação com 2016. O maior crescimento aconteceu entre os idosos, categoria em que 2,3 milhões de pessoas com mais de 60 anos passaram a acessar a internet pela primeira vez em 2017.

O novo aumento da legião de internautas da terceira idade, ainda mais expressivo do que nas pesquisas anteriores, deverá aparecer no próximo Censo Demográfico do IBGE, que acontecerá agora em 2020.

LER NOTÍCIAS, FAZER COMPRAS, CONSULTAS MÉDICAS E MUITO MAIS...

As pesquisas mostram que esse público da terceira idade busca através das redes sociais o relacionamento com familiares e amigos, além das notícias sobre a cidade em que vivem, preços no comércio, as atividades políticas, esportes e moda sem precisar sair à procura de bancas para gastar comprando jornais e revistas...

Muitos dos idosos encontraram a beleza das viagens digitais e o valor de ler resumos de livros através de um simples clique. A geração mais velha descobriu que o Facebook, o Skype e o Whatsapp são ótimas formas de trazer parentes de destinos distantes direito para suas salas de estar.

Outra revelação das pesquisas é que os mais idosos ganham ‘parceiros de navegação’: filhos e netos costumam auxiliar no uso da internet, dando dicas aos pais e avós dos segredos do computador e dos celulares.

Nas redes sociais, eles identificam outras pessoas da mesma faixa etária que também estão on-line e, assim, usam a ferramenta para criar grupos de discussão para questões de vida e saúde pertinentes para eles. De demência a depressão e diabetes – todos podem dar e receber apoio no conforto e conveniência de sua casa.

Quando se trata de números, as pesquisas informam que dos 10 milhões de novos usuários de internet, 23% tinham 60 anos ou mais. No mesmo período, a população idosa cresceu em cerca de 1 milhão, enquanto a população de 60 anos ou mais usuária de internet cresceu 2,3 milhões, destacam as pesquisas.

Em 2016, o percentual de idosos acessando a internet em relação ao total de internautas era de 24,7%, e saltou para 31,1% em 2017, uma variação de 25,9%.

INTERNET, A GRANDE AMIGA DOS IDOSOS

Traduzindo em linguagem familiar, a internet é hoje uma grande amiga da terceira idade. E mais e mais idosos vão descobrindo isso, atraídos por parentes e amigos que já estão navegando há mais tempo...

Atualmente, a expansão da era digital tornou o uso da tecnologia cada vez mais necessário e abriu um leque de possibilidades para todo mundo. Mas, a geração mais velha desconhecia que através da web pode fazer quase todas as transações financeiras nos aplicativos dos bancos, aplicativos para pedir táxi, comida, marcar exames e consultas, aprender idiomas, conhecer pessoas, entre muitas outras tarefas que facilitam e divertem a vida.

Portanto, os mais velhos descobriram que nestes tempos modernos é impossível levar uma vida hoje em dia sem o uso do celular ou computador. Embora essas atividades sejam vistas como comuns entre os mais jovens, o uso da internet, das redes sociais e dos aplicativos tem se tornado, cada vez mais, interesse das pessoas mais idosas.

E isso pode ser visto em restaurantes, bares, feiras livres, nas calçadas, nos clubes e nos encontros de amigos: todo mundo está com seu celular na mão ou na bolsa.

BENEFÍCIOS AOS IDOSOS

Há ainda uma descoberta ainda mais importante, revelada por médicos especialistas que atestam que estar conectado com as redes sociais traz melhoras na saúde mental e aumenta o bem estar. Os pesquisadores concluíram que as pessoas que aprenderam a usar esses meios passaram a se isolar menos e se tornaram mais ativas. E isso era um problema até tempos recentes, porque os idosos eram isolados – ou se isolavam – dos mais jovens e até mesmo de gente de sua própria idade por questões de distância e locomoção.

Um estudo científico analisou pessoas entre 65 e 95 anos e descobriu que estar conectado pode ajudar nos problemas de saúde de uma população idosa. Ajuda a de acabar, de certa forma, com a solidão, tão comum na terceira idade. Eles se tornam mais competentes e mais sociáveis. Reduzem o isolamento e melhoram as atividades cognitivas, além de eliminar os sintomas depressivos.

CURSOS PARA APRENDER A NAVEGAR

Outra prova do impacto do crescimento da presença da terceira idade na internet são as aulas que as escolas criaram exclusivas para quem tem mais de 50 anos e deseja aprender os segredos da web. O mesmo também está acontecendo em centros de idosos (asilos). Aulas sobre o básico do computador, instruções no uso de e-mail e plataformas de redes sociais tornaram-se comuns. Pesquisas mostram que a internet se tornou uma maneira importante de exercitar as mentes dos idosos. Quando são treinados no uso dos meios de comunicação social, como por exemplo, Skype, Facebook e e-mail, eles têm melhor desempenho cognitivo e a experiência melhoria da saúde. Os resultados aparecem logo, pois eles demonstram alegria e se divertem nos teclados...

ALIADA NO COMBATE À SOLIDÃO

Superar a solidão é muito mais fácil através da internet e das redes sociais. À medida que mais e mais pessoas envelhecem, a internet torna-se cada vez mais importante. A tecnologia tem melhorado muito o potencial dos idosos para que se sintam menos isolados e sozinhos.

Quem tem avós e pais idosos que ainda não convivem com a tecnologia, analisem com atenção as informações desta reportagem, incentivando eles a conhecer esse ‘novo mundo’, que certamente vai lhes proporcionar uma nova vida, como vem acontecendo com milhões de outros idosos pelo planeta afora. (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

FONTES: Sites especializados em informática para idosos e saúde da terceira idade

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também