Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - A FORÇA QUE UMUARAMA PRECISA MOBILE
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
INTERNET NOTÍCIAS
Portais são a fonte mais confiável!
Esse é o resultado de uma pesquisa realizada pelo Ibope Conecta
Publicado em 21/12/2018 às 14:23 Italo
Portais são a fonte mais confiável!

Uma pesquisa realizada pelo Ibope Conecta constatou que os portais de notícias são considerados a fonte de informações mais confiável pelos internautas. De acordo com o levantamento, o WhatsApp foi classificado como a menos confiável.

De acordo com o instituto, foram ouvidas 2.000 pessoas das classes A, B, C e D de todas as regiões do País no mês de outubro. Nas respostas, 66% afirmaram confiar mais nos portais noticiosos como fonte informativa.

As redes sociais ficaram bem abaixo na credibilidade: 5% disseram confiar nas informações do Facebook e 4%, nas do WhatsApp. Curiosamente, essas últimas porcentagens foram exatamente as mesmas para as informações obtidas em conversas com parentes (5%) e com amigos (4%).

Em relação à disseminação de conteúdo enganoso, 90% dos entrevistados garantiram já ter recebido notícias falsas pela internet. De acordo com o instituto, 76% referia-se a informação parcialmente enganosa ou falsa, 57% disseram se tratar de notícias antigas tratadas como recentes, 45% continham conteúdo manipulado, 37% não traziam no conteúdo a informação registrada no título e outros 37% afirmaram que o conteúdo integral da informação era falso.

A maior parte das notícias enganosas foi lida no Facebook (80%) e no WhatsApp (75%), afirmaram os internautas. Em contrapartida, 47% dos entrevistados responderam que sempre tentam verificar a veracidade da notícia, 42% disseram fazer isso somente de vez em quando e 11%, nunca ou quase nunca.

As principais técnicas apontadas para essa checagem foram: verificar a fonte da notícia (58%), ler a reportagem completa (45%), buscar outras fontes para validar o conteúdo da notícia (42%), checar a data da publicação (30%) e pesquisar sobre a fonte (18%).

FONTE: Revista Imprensa

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também