Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - CAMPANHA NIVER 63 ANOS
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
CLAYTON CONSERVANI
O repórter das grandes aventuras!
Estrela da Rede Globo, ele vem a Umuarama proferir palestra
Publicado em 22/07/2018 às 22:36 Italo
O repórter das grandes aventuras!

A Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná – FACIAP promove nos meses de julho e agosto, um circuito de palestras com o jornalista e atleta Clayton Conservani, repórter do quadro “Planeta Extremo do Fantástico”, da Rede Globo.

Ao todo, nove cidades paranaenses receberão a palestra “Limites Extremos”, que é voltada para associados vinculados as Associações Comerciais e Empresariais ligadas ao Sistema FACIAP.

Conservani visitará Umuarama na próxima quinta-feira, 26 de julho, oportunidade que proferirá sua palestra no palco do teatro do Centro Cultural, a partir das 19 horas. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas pela internet:http://bit.ly/2KRl5sx

OS DESAFIOS DO MUNDO CORPORATIVO E DOS NEGÓCIOS

Em sua narrativa, Conservani promete fazer um elo entre suas expedições e os desafios do mundo corporativo e dos negócios.Em suas palestras ele fala principalmente na capacidade que temos em realizar tarefas que pareciam impossíveis. Também fala sobre trabalho em equipe, planejamento e tomada de decisões sob pressão.

RAPEL NO VULCÃO MAIS EXPLOSIVO DO MUNDO!

Durante sua vida de repórter, Conservani viveu tantas aventuras, impossíveis para a maioria dos mortais, que acaba sendo impossível narrar todas em apenas uma reportagem. Só um livro com centenas de páginas conseguiria essa façanha.

Então, o Portal Coluna ITALO escolheu uma que é realmente impressionante, de causar arrepios em quem assistir o vídeo (ver abaixo), onde o corajoso repórter encara um rapel no vulcão mais explosivo do planeta. Preparem-se para acompanhar juntos esta aventura fantástica!

O repórter Clayton Conservani subiu até o topo do vulcão Marum, numa ilha isolada do arquipélago de Vanuatu, no Oceano Pacífico, para uma experiência incrível: ficar frente a frente com um lago de lava de 1200°C de temperatura!!!

Para esse desafio, ele contou com a ajuda dos experientes montanhistas Makoto Ishibe e Pepe Jijón para garantir a segurança e o sucesso do desafio que mistura ciência, aventura e tensão numa expedição ao centro da Terra.

Clayton e a equipe do Planeta Extremo enfrentaram ventos fortes, tempestades de chuva ácida e gases tóxicos invisíveis e letais para coletar rochas e cinzas frescas do vulcão.

Para os cientistas, o lugar é um laboratório a céu aberto e eles buscam conhecer melhor Io, uma lua de Júpiter cheia de vulcões semelhantes aos da Terra. Estudar o Marum é uma forma de entender o que acontecia na Terra há um bilhão de anos atrás e projetar nosso futuro.

“A descida no Marum é muito perigosa. Primeiro tem muitos gases de enxofre, e esse gases em certas quantidades também podem corroer as cordas. E também tem o perigo de uma explosão de repente”, explica a dra. Rosaly Lopes, cientista da Nasa.

AVENTURAS FANTÁSTICAS PELO MUNDO AFORA

Entre tantas reportagens e excursões, Clayton Conservani esteve em 2002 no monte Aconcágua, na Argentina. Na oportunidade, usou pela primeira vez o kit correspondente, equipamento desenvolvido pela equipe da Central Globo de Engenharia que permite a transmissão de conteúdo tanto pela internet quanto por satélite.

Em 2005, escalou a montanha mais alta do mundo, o Monte Everest, com quase 9 mil metros de altura, localizado na fronteira do Tibete com o Nepal. Essa aventura não chegou ao final devido às condições do tempo. Voltou lá em 2008 e concluiu a chegada ao cume ao lado de Eduardo Keppke e Rodrigo Raineri. Antes, em 2007, subiu a montanha mais fria do mundo: o McKinley, no Alasca.

Em 2007 participou ainda da cobertura dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, para o Esporte Espetacular. Para o Bom Dia Brasil, fez a série de reportagens Viagem no Tempo, na qual mostrou a evolução tecnológica por que passaram os esportes e os equipamentos utilizados pelos atletas.

Em julho de 2009, estreou o quadro Esporte Extremo, no Esporte Espetacular. Em julho de 2011, fez uma edição especial do quadro para o Fantástico. De acordo com Conservani, as produções do Planeta Extremo “demandam um bom preparo físico, então nunca deixo de estar preparado”. Foi com toda essa preparação e coragem que ele passou do gelo na disputa da Maratona da Antártica, para as areias da Maratona de Sables, no Deserto do Saara.

A Maratona da Antártica foi realizada na primeira temporada do programa, uma prova de 42 km, onde o repórter contava com apoio logístico: barraca, comida etc. A Maratona de Sables é uma prova com seis etapas e o atleta é autossuficiente, precisa levar na mochila tudo que vai usar durante sete dias no deserto. Ele confessa que é uma prova duríssima, um evento de superação, solidariedade.

Na estreia a segunda temporada do seu quadro “Planeta Extremo”, em 2012, no “Fantástico” veio bem diversificada. Conservani foi para a Malásia para uma maratona de escalada chamada de Climbaton, no Monte Kinabalu. No próximo programa enfrentou as corredeiras do Rio Zambeze, na África. De acordo com ele, são as corredeiras mais fortes do mundo.

Atravessou ileso duas temporadas do quadro Planeta Extremo. Com tudo isso Clayton virou expert em adrenalina, a ponto de já perder a conta das reportagens de aventura que fez.

Passar semanas sem ver a luz do dia, enfrentar ursos, disputar maratona na Antártica e ver de pertinho a aurora boreal: essas são atividades jamais imaginadas por grande parte da população mundial. Porém, para o repórter Clayton Conservani, isso tudo é, além de comum, um enorme prazer.

Conservani declara que nunca é muito cedo nem tão tarde para começar uma atividade. Ao contar sobre sua aventura no Everest, disse ter ouvido muitas histórias de quem desistia, mas seguiu em frente, pois a vontade de vencer era grande e não deveria ouvir a voz dos derrotados.

Em 2015 o Planeta Extremo contou com uma nova temporada na TV Globo e ao lado da jornalista esportiva Carol Barcellos, com  imagens chocantes!

O QUE MAIS FASCINOU CLAYTON

O povo xerpa - "Considerado o povo mais forte do mundo. Passei 79 dias no Everest, em 2005, então convivia diariamente com eles. Lembro que, uma vez, estava no acampamento-base quando o xerpa que havia acompanhado um amigo na escalada voltou, com uma mochila cargueira quase do meu tamanho. Ele jogou a mochila no chão e falou brincando para mim: ‘Levanta essa mochila’. Eu não conseguia tirá-la do chão!”...

O Himalaia - "Lembro com muito carinho e saudade. Não tenho vontade de escalar o Everest novamente, mas de voltar para Katmandu e fazer um trekking com a minha filha até o acampamento-base. O ambiente é maravilhoso, a caminhada é maravilhosa, com templos, mosteiros, rododrendos florindo”. (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

CLIPES

CURTAM ESSA CORAJOSA AVENTURA DO REPÓRTER: NA BOCA DO VULCÃO MAIS VIOLENTO DO MUNDO E OUTRO SALTANDO DE UMA CACHOEIRA FORMADA PELO DEGELO NO POLO NORTE!!! É FANTÁSTICO!!!

O repórter Clayton Conservani na Maratona do Polo Norte.

O gigante jato Antonov, que levou Conservani e sua equipe  a uma expedição na Antártida.

Clayton Conservani na boca do vulcão Marum, o mais ativo do mundo: abaixo dele, um lago de lava de 1200°C de temperatura!!!

No Círculo Polar Ártico, região de Svalbard, o apresentador Conservani salta de canoa no mar completamente gelado, rodeado de uma paisagem incrível!

Comentários
Veja também