Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - JARDIM COLORADO 2
Anúncio - banne topo
Anúncio - CAMPANHA LIXO MARCO E ABRIL MOBILE
Anúncio - Emporio mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
EDIÇÃO ESPECIAL DE NATAL
A VERDADEIRA HISTÓRIA DO PAPAIL NOEL
E não tem nada a ver com personagem comercial criado para vender!
Publicado em 19/12/2023 às 17:04 Italo
A VERDADEIRA HISTÓRIA DO PAPAIL NOEL

A verdadeira história do Papai Noel remonta ao século IV, ao Bispo São Nicolau. Ele nasceu em Pátara, atual Turquia, aproximadamente na metade do século III. Seus pais eram muito ricos e seguiam as máximas do cristianismo. Nicolau, desde a infância, sentia-se chamado por Deus para viver plenamente a vida Cristã, em oração e caridade.

São Nicolau foi celibatário, o foco de sua vida era apenas servir a Deus conforme os ensinamentos de Jesus. Nicolau ficou órfão enquanto jovem. Todos os muitos bens que herdou de seus pais ele usava para ajudar os pobres.

Quando Nicolau chegou em Mira, os habitantes da cidade, encantados com tamanha caridade e piedade, clamaram para que Nicolau se tornasse Bispo.

Nicolau foi ordenado prelado da cidade e continuou sua obra: doando dinheiro e bens materiais para os mais necessitados. A aparência de Nicolau é justamente a do atual Papai Noel, um senhor com longos cabelos e barba branca. A roupa do bom velhinho também é inspirada em Nicolau. As roupas vermelhas tradicionais do Bispo inspiraram a criação da vestimenta do Papai Noel.

Nos países de língua inglesa, o Papai Noel é conhecido como Santa Claus, uma variação do nome Sinterklaas, Santo Nicolau, para os holandeses. Papai Noel significa Pai Natal. Noel significa Natal em francês.

Foi um dos episódios de caridade de Nicolau que deram origem à famosa história do Papai Noel. Como chefe da Igreja na região de Mira, Nicolau conhecia bem o que se passava na cidade. Um dia, ficou sabendo que certo pai de três filhas, desesperado pela falta de dinheiro, iria começar a prostituí-las para conseguirem sobreviver. Na época, o dote era necessário para que as filhas pudessem casar. O dote servia para dar uma estabilidade financeira para a família que estava se formando. Como a mulher não iria para os trabalhos pesados dos homens, o pai dava dinheiro para ajudar sua família e preservar sua filha de trabalhos extenuantes.

Dessa maneira, Nicolau foi até a casa dessa família desesperada e jogou pela chaminé a quantia necessária para pagar o dote das 3 moças da casa. São Nicolau agiu de forma anônima, mas sua fama, bem como o fato de ser um dos homens mais ricos da cidade, levaram a todos a acreditar que foi ele quem fez a doação.

Sua fama de homem caridoso se espalhou por toda a região, bem como sua fama de homem de fé e de milagres.

São Nicolau foi preso devido à proibição do Cristianismo durante o império de Diocleciano. Passou 20 anos na prisão sem negar a sua fé em Jesus Cristo, até que foi solto quando o imperador Constantino assumiu o poder e deu liberdade aos Cristãos do império. São Nicolau foi um Bispo muito atuante para Fé Cristã.

Ele participou do Concílio de Nicéia, um dos eventos mais importantes da Igreja. Durante o Concílio, Nicolau foi homenageado pelo imperador Constantino, que beijou as feridas de Nicolau e de outros Cristãos perseguidos devido a sua fé em Jesus.

Seu exemplo foi seguido por muitos Cristãos, que contavam aos seus filhos sobre o Santo. Como é costume entre os Cristãos distribuir presentes durante o Natal, provavelmente Nicolau distribuía mais doações nessa época, formando todas as bases para a posterior história do Papai Noel.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - banner lateral vinho novo Anúncio - Instituto do Coração
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - banner lateral
Comentários
Veja também