Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM COLORADO 2
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - BANNER MOBILE
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Emporio mobile
Anúncio - banner rodape
O MUNDO MUDOU!!!
Revolução digital fechou 270 agências bancárias no Paraná!
Um dos motivos: mudança de hábito dos clientes agora cada vez mais digitais
Publicado em 24/03/2023 às 15:17 Italo
Revolução digital fechou 270 agências bancárias no Paraná!

O Paraná perdeu 270 agências bancárias locais nos últimos cinco anos, segundo dados do Banco Central. O número de agências físicas no Estado passou de 1.406 em dezembro de 2017 para 1.136 em dezembro de 2022.

No comparativo com os outros estados do Sul, os paranaenses foram os que tiveram maior perda de estabelecimentos bancários. No mesmo período, o Rio Grande do Sul registrou o fechamento de 205 agências e Santa Catarina perdeu 138 unidades.

A soma dos três estados fez com que o Sul fosse a segunda região do país com maior queda no número de agências nos últimos cinco anos, com 613 dependências desativadas. A região Sudeste lidera o ranking, com 2.408 agências fechadas.

Proporcionalmente, os sulistas perderam 15,78% das agências físicas que possuíam em 2017, enquanto no Sudeste a baixa chegou a 22,06% do total anterior.

No Brasil, as perdas também são significativas. Atualmente o País contempla 17.216 agências bancárias, 18,26% a menos do que o número de agências registrado cinco anos antes.

“Os motivos para o fechamento de tantas agências bancárias são vários: envolve desde a redução de custos por parte dos bancos até a mudança de hábito dos clientes, que estão ficando cada vez mais digitais”, explica Maxnaun Gutierrez, head de produtos e pessoa física do C6 Bank.

Um exemplo dessa mudança de hábito foi a rápida adesão da população ao Pix, sistema de pagamentos instantâneos lançado pelo BC em novembro de 2020. Desde que entrou em operação, o Pix já foi usado por mais de 140 milhões de brasileiros.

Atributos do Pix como simplicidade, disponibilidade e baixo custo da tecnologia também têm servido de impulso para a adesão da população aos novos bancos, que oferecem os mesmos serviços dos tradicionais de forma digital, simples e com custos muito menores. Em vez de encarar longos deslocamentos e filas para ser atendido numa agência bancária, muitos brasileiros têm optado por resolver tudo na tela do celular.

“Antes, as pessoas tinham conta em um determinado banco porque aquele era o único com uma agência bancária na cidade dela. Hoje, pelo celular, o cliente acessa um banco completo e pode pagar boleto, contratar um seguro, pedir um empréstimo, fazer investimentos, inclusive internacionais, sem sair de casa”, afirma Gutierrez.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - banner lateral vinho novo
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - banner lateral
Anúncio - Instituto do Coração
Anúncio - banner lateral
Anúncio - banner lateral
Comentários
Veja também