Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM COLORADO 2
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Emporio mobile
CONHEÇA A ORIGEM
A Missa do Galo é a maior emoção natalina
O nome lembra que foi essa ave que anunciou o nascimento de Jesus
Publicado em 10/12/2022 às 19:21 Italo
A Missa do Galo é a maior emoção natalina

Missa do Galo é a missa celebrada na Véspera de Natal que começa à meia noite do dia 24 para o dia 25 de dezembro. A expressão “Missa do Galo” é popularmente usada no Brasil e nos países latinos. Mas há quem desconhece que essa denominação deriva de uma lenda ancestral segundo a qual à meia-noite do dia 24 de dezembro um galo teria cantado fortemente, como nunca ouvido de outro animal semelhante, anunciando a vinda do Messias, filho de Deus vivo, Jesus Cristo.

Há também registros históricos de que era costume em algumas aldeias da Espanha levar um galo para a Igreja para este cantar durante a missa, significando isto um prenúncio de boas colheitas. Outra origem da expressão é citada no livro ‘De onde vêm as palavras’, de Deonísio da Silva: como o fato da Missa de Natal normalmente terminar muito tarde "quando as pessoas voltavam para casa, os galos já estavam cantando felizes anunciando o nascer de um novo dia".

Existe ainda a história de que galo também anuncia o nascer do sol e o seu canto simboliza o amanhecer, comemorado pelos pagãos, como forma de agradecer ao Deus-Sol o surgimento do sol após o longo período de inverno. A missa do galo é normalmente comemorada com muita alegria.

ORIGEM HISTÓRICA E CARACTERÍSTICAS

O Natal significa o nascimento de Cristo, que se revive numa celebração próxima da meia noite, pela convicção de que o nascimento teria ocorrido por essa hora. Por tradição se associa a época natalícia à família, pois o nascimento de uma criança é sempre motivo de reunião, de alegria e celebração.

Para celebrar o nascimento de Jesus, a Missa do Galo foi instituída no século V, após o Primeiro Concílio de Éfeso (431), começando a ser celebrada oficialmente na basílica erigida no monte Esquilino pelo o papa Sisto III, dedicada a Nossa Senhora - posteriormente denominada Basílica de Santa Maria Maior. É celebrada à meia noite do dia 24 de dezembro para o dia 25, tendo recebido tal nome por se acreditar que por volta deste horário, há 2018 anos atrás, um galo cantou fortemente anunciando a vinda do Messias. O galo foi escolhido como símbolo desta celebração porque, historicamente e tradicionalmente, representa vigilância, fidelidade e testemunho cristão.

Segundo o Monsenhor José Roberto Rodrigues Devellard, Coordenador da Comissão de Arte Sacra da Arquidiocese do Rio de Janeiro, o nome "Missa do Galo" teve origem no fato de Jesus ser considerado o sol nascente que veio nos visitar, clareando a escuridão. Por isso, nas igrejas mais antigas, podemos ver um galo em seus campanários, para representar a luz Divina.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - banner lateral vinho novo Anúncio - Instituto do Coração
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - banner lateral
Comentários
Veja também