Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM COLORADO 2
Anúncio - banne topo
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Emporio mobile
Anúncio - CAMPANHA LIXO MARCO E ABRIL MOBILE
CADA DIA MELHOR...
Comércio otimista com as vendas de Natal
Os paranaenses estão animados para gastar nas festas
Publicado em 28/11/2022 às 06:54 Italo
Comércio otimista com as vendas de Natal

Os paranaenses estão animados para consumir nesta reta final de 2022. A pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), apresentou o maior índice do ano, ao atingir 105,5 pontos em novembro. Na comparação com outubro, houve alta de 2,3% e elevação de 8,2% em relação a novembro de 2021.

A Copa do Mundo, a Black Friday e o pagamento do 13º salário incentivam os consumidores a gastar mais. A pesquisa desse mês traz ainda um recorte especial com a perspectiva de compras voltadas ao campeonato mundial de futebol. O levantamento mostra que 59% dos paranaenses pretendem comprar produtos em decorrência da Copa, com um gasto médio de R$ 205,44.

A CNC projeta que o varejo deve movimentar R$ 1,4 bilhão durante esta Copa em todo o país, já os bares e restaurantes devem ter um faturamento de R$ 864 milhões. Os principais produtos associados ao mundial são roupas e vestuário temático (14,9%) e alimentos e bebidas (14,6%).

Em menor proporção, está a compra de televisores e smart TVs, com 3,8%, o que evidencia outra nuance observada pela pesquisa, uma vez que o quesito Momento para Compra de Bens Duráveis, no Paraná, baixou 1,3% na comparação com outubro e caiu 48,6% em relação ao novembro de 2021.

EMPREGO

A avaliação dos paranaenses sobre a situação no Emprego Atual teve redução de 1,1% na variação mensal, mas ainda é 13,5% superior do quem novembro do ano passado. Com 98,8 pontos, ou seja, ainda abaixo da zona de satisfação que é de 100 pontos, a Perspectiva Profissional cresceu 8,5% na comparação com outubro e 7,2% na variação anual.

RENDA

O aspecto Renda Atual marca 161,4 pontos, com elevação mensal de 1,4% e crescimento anual de 11,2%. Entretanto, na opinião dos consumidores, o Acesso ao Crédito está mais difícil, marcando 90,1 pontos, e com redução de 0,2% sobre outubro. Mas na comparação com novembro de 2021 a obtenção de empréstimos e financiamentos está 16,1% mais fácil.

CONSUMO

O Nível de Consumo Atual atingiu 117,9 pontos, com alta mensal de 2,4% e um salto de 40,7% na comparação com novembro do ano passado. A Perspectiva de Consumo está em 98,8 pontos, com aumentos de 6,5% e 14,3% nas variações mensal e anual, respectivamente. O Momento para Duráveis é o subindicador com menor pontuação, de apenas 43,5 pontos, e está bastante abaixo do padrão considerado satisfatório, que é de 100 pontos.

FAIXAS DE RENDIMENTOS

A ICF está mais elevada entre as famílias com renda acima de dez salários mínimos, entre as quais o indicador marca 113,3 pontos, com elevação mensal de 2,1%.

Entre as famílias de menor renda a ICF está em 103,8 pontos e teve aumento de 2,3% sobre outubro. Porém, os aspectos Emprego Atual (-1,3%), Compra a Prazo (-1,4%) e Momento para Duráveis (-1,6%) apresentaram redução na variação mensal. Além disso, os quesitos Perspectiva Profissional e Perspectiva de Consumo marcam 98,8 pontos e, portanto, estão abaixo do nível considerado satisfatório.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - Instituto do Coração Anúncio - banner lateral vinho novo
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - banner lateral
Comentários
Veja também