Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - JARDIM COLORADO 2
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Emporio mobile
Anúncio - banner rodape
ECONOMIA
Inflação: A nota de R$ 200 hoje vale apenas R$ 161...
Lançada há 2 anos ela perdeu R$ 39 durante a pandemia
Publicado em 05/09/2022 às 10:42 Italo
Inflação: A nota de R$ 200 hoje vale apenas R$ 161...

A nota de R$ 200 completou 2 anos na sexta-feira (2), mas, por conta da inflação, já perdeu R$ 39 em poder de compra e hoje vale o mesmo que R$ 161 em 2020. O IPCA de setembro de 2020 até julho de 2022 acumula alta de 19,68%.

No site do Banco Central, a instituição afirma que o lançamento da moeda não teve a ver com o aumento dos preços, porque a “inflação não está subindo no Brasil”.

“Não há relação mecânica entre o aumento da quantidade de papel moeda em circulação e inflação. A inflação não está subindo no Brasil e o Banco Central está atento para evitar que isso ocorra, mantendo a inflação baixa, estável e previsível. O Brasil é um país que utiliza o sistema de metas para o controle da inflação. Assim, a atuação do Banco Central busca assegurar que a inflação esteja na meta”.

Em 2022, a meta central de inflação é de 3,50% e será oficialmente cumprida se o índice oscilar entre 2% e 5%. Apesar de quedas recentes, o IPCA acumulado de 12 meses é de 10,07%.

O Banco Central diz que decidiu lançar a cédula de R$ 200 por “precaução para o caso de a população demandar ainda mais dinheiro em espécie”.

A estampa de lobo-guará ainda foi pouco vista. Das 450 milhões de notas apenas no ano de 2020, só 108 milhões – 24% do total – estão em uso no País.

A cédula foi criada pelo BC (Banco Central) no primeiro ano da pandemia de covid-19 para evitar eventual desabastecimento de papel-moeda entre a população. “Como não é possível mensurar por quanto tempo os efeitos da pandemia vão persistir e considerando que o dinheiro em espécie ainda é a base das transações em nosso país, o BC entende que o momento é oportuno para lançamento de projeto de cédula pré-existente. É o BC agindo preventivamente para um possível novo aumento da demanda de numerário pela população”, diz o BC em nota.

Sobre a escolha do animal para a estampa, o BC explica que, em 2001, foi realizada pesquisa para escolha de espécimes da fauna para novas denominações inseridas no padrão Real. Os dois animais mais votados – tartaruga marinha e mico-leão-dourado – foram utilizados, respectivamente, nas cédulas de 2 reais e de 20 reais e o terceiro – lobo-guará – foi estampado na nova cédula.

Esta é a sétima nota da “família do Real” e a primeira de um novo valor a ser lançada nos últimos 18 anos. A última cédula, a de R$ 20, tinha sido lançada em 2002.

FONTE: Com informações do Banco Central

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Anúncio - Instituto do Coração Anúncio - banner lateral vinho novo
Anúncio - BILINGUE SET A DEZEMBRO 2022
Anúncio - banner lateral
Comentários
Veja também