Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - NATAL MOBILE
Anúncio - banner mobile
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Mobile
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
COMBATE À COVID-19
Eles enfrentaram chuva, lama e frio para imunizar nossa gente
Profissionais de saúde encaram o mau tempo para vacinar idosos
Publicado em 20/10/2021 às 08:38 Italo
Eles enfrentaram chuva, lama e frio para imunizar nossa gente

Roberto Silveira fica a pouco mais de 30 quilômetros de Umuarama, onde vivem cerca de 400 pessoas, grande parte na zona rural, algumas sem condições de buscar atendimento na UBS do distrito. E, se o morador não vai até a vacina contra o coronavírus, a vacina vai até o cidadão.

Após emprestar um caminhão, a equipe de profissionais de saúde enfrentou chuva e muita lama para conseguir vacinar mais de 20 pessoas na última sexta-feira (15).

A alegria e a satisfação das pessoas receberem o imunizante em casa era transparente e o desafio valeu a pena, segundo comentou a enfermeira Edivanira Guedes, que há mais de 10 anos atende não só em Roberto Silveira como também nos distritos de Vila Nova União e Nova Jerusalém.

“Nosso carro atolou e estávamos determinados até a ir a pé para poder fazer a vacina, foi aí que tivemos a ideia de pedir emprestado o caminhão caçamba do Cibax (Consórcio Intermunicipal da Bacia do Rio Xambrê) do pátio para encararmos as estradas rurais. Foi realmente uma aventura, mas que valeu muito o esforço, pois estamos garantindo a imunização de pessoas muito especiais para nós”, declarou.

Nira conta que, acompanhada do técnico de enfermagem, a preocupação maior era perder alguma dose do imunizante, já que o frasco já havia sido aberto. “Graças a Deus conseguimos vacinar a todos. Foi muito gratificante ver o rostinho daqueles idosos, uma expressão de alegria. Todos ficamos muito emocionados.

Conseguimos vacinar mais ou menos 20 pessoas, mas valeu por mais de 100”, resumiu. O ponto alto, segundo a enfermeira, foi a oportunidade de aplicar a terceira dose da vacina no aposentado José Pereira dos Santos, de 98 anos. “Ele é uma referência para todos os moradores. Quando chegamos até a casa dele, sob a chuva, foi uma festa! Agora ele está totalmente imunizado e para nós, profissionais de saúde, isso é algo realmente emocionante: é uma missão cumprida”, analisa Nira, relatando que quase 600 moradores dos três distritos atendidos por ela já receberam a vacina.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também