Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - Sustentabilidade móbile
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
Anúncio - 2 dose completa mobile
MEU DINHEIRO, Ó...
Entenda por que tudo subiu de preço no Brasil?
Veja como a inflação impacta o poder de compra das famílias
Publicado em 11/08/2021 às 08:51 Italo
Entenda por que tudo subiu de preço no Brasil?

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ontem, terça-feira 10, mostrou que a inflação no País teve alta mensal de 96%, a maior desde 2002. O IPCA é o principal medidor da inflação no Brasil.

Mas como isso afeta a população brasileira? Primeiro, é preciso entender que a inflação é um termo que explica o aumento dos preços de bens e serviços. No caso do IPCA, o levantamento é feito com base em uma cesta de produtos e serviços que compõe o dia a dia dos cidadãos com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos.

Os itens incluídos nessa cesta são: alimentação, transporte, habitação, vestuário, saúde, educação, despesas pessoais e comunicação. O aumento médio dessas categorias determina a inflação. Vale lembrar que cada família tem a própria cesta de consumo, por isso o impacto da inflação pode ser maior para algumas delas.

POR QUE TUDO ESTÁ TÃO CARO?

A partir dessa explicação, é possível entender que sempre há aumento na inflação quando o nível dos preços médios sobem. A curto prazo, o aumento da demanda e dos custos de produção são dois dos principais motivos associados à ela.

A longo prazo, a emissão de papel-moeda e a redução da taxa de juros (Selic) são atrelados a essa alta nos preços. A inflação mundial tem sido pressionada pela alta dos preços de commodities, pela falta de insumos causada pela interrupção de diversas cadeias produtivas e pela demanda concentrada em alguns setores da economia. No Brasil, o problema ainda se agrava com a desvalorização cambial e a crise hídrica, que aumentou o preço da energia.

BOLSO DO CONSUMIDOR

Uma inflação mais alta representa queda no poder de compra da população, ou seja, redução da sua capacidade de comprar produtos, bens e serviços. De forma mais simples, atualmente com R$ 50 o trabalhador adquire menos produtos do que poderia comprar há alguns meses com esse mesmo valor.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também