Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - NATAL MOBILE
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - Mobile
Anúncio - banner mobile
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - A FORÇA QUE UMUARAMA PRECISA MOBILE
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner rodape
INFLAÇÃO ABUSIVA
Já estava previsto: Com preços altos, consumo da carne desabou...
A alta da carne bovina levou o brasileiro a optar por frangos e suínos
Publicado em 06/07/2021 às 08:28 Italo
Já estava previsto: Com preços altos, consumo da carne desabou...

Na pandemia, consumo de carne bovina entre brasileiros caiu para o menor nível em 25 anos, de acordo com dados do governo, que calcula a disponibilidade interna do produto subtraindo o volume exportado da produção nacional.

Não bastasse a perda de renda da população, os preços de cortes bovinos dispararam, na esteira de valores recordes da arroba do boi gordo, limitando o consumo interno, enquanto a China importa como nunca carnes do Brasil.

Agora, cada brasileiro consome 26,4 quilos desta proteína ao ano, queda de quase 14% em relação a 2019, quando ainda não havia crise sanitária. Este é o menor nível desde 1996, início da série histórica da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Só nos primeiros quatro meses do ano, o consumo per capita de carne bovina caiu mais de 4% em relação a 2020, estima a Conab.

A alta da carne bovina levou o brasileiro a procurar opções mais baratas, incluindo frangos e suínos. Além disso, o consumo de ovos, que o Brasil quase não exporta, chegou ao maior nível em 20 anos.

De acordo com o IBGE, o preço das carnes em geral subiu 35% no Brasil nos 12 meses até abril, mais que cinco vezes o próprio IPCA no período. No caso da arroba do boi, o preço subiu mais de 50% na comparação com o mesmo período de 2020, operando atualmente em cerca de 305 reais, um pouco abaixo da máxima história registrada em 2021, segundo dados do Cepea.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também