Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - arte nova mobile
PODE PIORAR...
Chegada de terceira onda da Covid-19 assusta o comércio!
Associação Comercial do Paraná sugere rodízio do comércio para evitar lockdown
Publicado em 30/04/2021 às 11:00 Italo
Chegada de terceira onda da Covid-19 assusta o comércio!

O presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Camilo Turmina, espera com boas perspectivas a retomada econômica com a queda de casos de covid-19. Porém, a ACP teme a chegada de uma terceira onda da doença. Turmina reforçou, em entrevista à mídia na manhã de terça-feira (27), o pedido para que a população não aglomere, evitando que o comércio feche novamente. A ACP também sugere um rodízio por parte do comércio, para que não aconteça um fechamento total. “É de boas perspectivas. Primeiro que estamos com as portas abertas. Temos duas datas importantes para o varejo. Tanto o dia das mães agora em maio como em julho o dia dos namorados. (…)Sabemos que há uma dificuldade por conta do lockdown, muitas pessoas ficaram sem renda, há um certo endividamento das pessoas, das famílias. A esperança começa a voltar. Nós estamos com as portas abertas. Agora, o grande alerta nosso é que temos aglomerações. (…) A economia tende a voltar ao normal”, disse Camilo Turmina.

MEDO DE UMA TERCEIRA ONDA

Há um medo por parte do comércio da chegada de uma terceira onda da Covid-19 e, por isso, o presidente da ACP implora para que a população não aglomere. “Fala-se muito em terceira onda e parece que nós facilitamos isso. Liberamos muito o ônibus que trabalha com uma capacidade excessiva de passageiros. Eu vejo que tem supermercados, restaurante que não tem um número máximo de pessoas internas”, declarou.

RODÍZIO DO COMÉRCIO EVITARÁ UM FECHA TUDO!

Para não haver novamente um fecha tudo, a ACP pede que seja feito um rodízio no comércio, de forma que não afete de forma mais severa a economia. “Nós podemos ter problemas com a terceira onda, estamos nos prevenindo da terceira onda que, se ela vier, nós precisamos de um rodízio de atividade. Temos que esquecer esse negócio de essencial e não essencial, porque todo trabalho é essencial”, finalizou.

FONTE: Associação Comercial do Paraná (ACP)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também