Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - CAMPANHA NIVER 63 ANOS
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
Anúncio - banner mobile rodape
MIDIA IMPRESSA
Prédio de jornal falido de Maringá vai a leilão!
O Diário do Norte era um dos maiores veículos impressos do Paraná
Publicado em 08/03/2021 às 11:17 Italo
Prédio de jornal falido de Maringá vai a leilão!

Notícia que está repercutindo no meio da imprensa paranaense, via mídia e redes sociais: Neste mês de março acontecerá o leilão do prédio de uma empresa jornalística que foi grande potência do Paraná e que teve sua falência decretada. Segundo informam os sites de notícias da Cidade Canção, no próximo dia 16 de março acontecerá o leilão do prédio e equipamentos de O Diário do Norte do Paraná, que foi um dos maiores jornais do estado, no valor de R$ 14 milhões. Segundo informações que constam do processo de falência da empresa, o prédio e vários equipamentos que estão dentro do imóvel foram divididos em 89 lotes. São aparelhos de ar condicionado, refrigeradores, computadores, móveis, quadros, um automóvel Fiat Fiorino, dentre vários outros itens. O leilão de O Diário foi dividido em duas datas. A primeira delas será no dia 16 de março, às 15 horas, onde o vencedor será quem oferecer o maior lance, desde que não seja inferior ao valor da avaliação. Se apenas existir um licitante cadastrado os itens podem ser arrematados pelo valor avaliado. Se não houver interessados, os bens vão para o segundo leilão que está marcado para o dia 30 de março, às 15 horas. No segundo leilão, os lances mínimos podem começar a partir de 50% do valor da avaliação.

PAGAR AS DÍVIDAS TRABALHISTAS E CREDORES

Os bens imóveis foram avaliados em pouco mais de R$ 11 milhões. Já os móveis e equipamentos totais que estão dentro do prédio foram avaliados em R$ 176 mil. Os interessados precisam se cadastrar previamente no site da Klöckner Leilões. Os valores arrecadados serão usados para pagar as dívidas trabalhistas e de outros credores. A Editora Central Ltda., proprietária da marca O Diário do Norte do Paraná, considerado o terceiro maior jornal do Paraná, teve a falência decretada em abril de 2019. A editora não estava cumprindo as regras da recuperação judicial, inclusive o parcelamento da dívida tributária, que na época passava de R$ 4 milhões. Os funcionários, que na época estavam com salários atrasados, ainda não receberam seus acertos.

FONTE: GMC Online 

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também