Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
ESTÁ MELHORANDO...
Empresários paranaenses mostram otimismo para 2021
Fecomércio diz que 58,4% dos comerciantes confiam nas vendas
Publicado em 22/02/2021 às 08:36 Italo
Empresários paranaenses mostram otimismo para 2021

Os empresários paranaenses do setor terciário estão otimistas para 2021. Segundo a Pesquisa de Opinião do Empresário, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) e divulgada esta semana, 58,4% dos empreendedores do comércio de bens, serviços e turismo estão confiantes na melhora dos negócios neste primeiro semestre do ano. É uma mudança radical de perspectiva, já que na edição anterior da pesquisa, no auge da pandemia, o grau de otimismo do empresariado era de 30,6%, o mais baixo em 12 anos do estudo. A parcela de empresários que acredita que o faturamento vai piorar nos próximos meses é de 17,8%, enquanto para outra parte considerável, 21,2%, o futuro ainda é incerto. O otimismo cresceu em todos os setores pesquisados, sendo que o turismo é o mais esperançoso. Com 44,7%, as expectativas positivas entre os empresários do trade turístico tiveram elevação de 33,6 pontos percentuais, a partir da liberação de voos e da operação da rede hoteleira. No segundo semestre de 2020, o otimismo do setor mais afetado pela crise do coronavírus era de apenas 11,1%. Mas é o setor de serviços que concentra o maior grau de otimismo, com 60,3% de respostas positivas. Já entre os comerciantes as expectativas favoráveis chegam a 58,7%.

INVESTIMENTOS

Os empresários paranaenses devem retomar os investimentos em 2021: 46,4% dos entrevistados afirmam que pretendem investir ainda no primeiro semestre do ano. É o terceiro melhor resultado da série histórica, reforçando a necessidade de reinvenção dos negócios diante das mudanças nos mercados e padrões de consumo provocadas pela pandemia. A área de publicidade e marketing deverá receber a maior parte dos investimentos, seguida por reforma e modernização das instalações e aquisição de máquinas e equipamentos.

INFLAÇÃO PREOCUPA...

Entre as dificuldades mencionadas, a instabilidade econômica é o que mais preocupa os empresários, com 68,7%. No entanto, a preocupação com o aumento do custo das mercadorias mais do que triplicou neste semestre, passando da sétima dificuldade mais citada no semestre anterior para a segunda nesta edição da pesquisa, podendo ser associada ao aumento significativo da inflação nos últimos meses.

FONTE: Fecomércio Paraná

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também