Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Casa Gomes banner lateral
Anúncio - JARDIM VERSAILLES FRANÇOLIN
Anúncio - BANNER NOVO MOBILE SETEMBRO
Anúncio - banner topo 2021
Anúncio - Sustentabilidade móbile
Anúncio - 2 dose completa mobile
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - banner rodape
Anúncio - arte nova mobile
SABOR E ECONOMIA!
Restaurantes trocam carnes por ovos e clientes pagam menos
Eles incluíram ovos nas refeições, vendidas mais baratas...
Publicado em 14/12/2020 às 11:13 Italo
Restaurantes trocam carnes por ovos e clientes pagam menos

Diante da atual situação em que as carnes atingiram valores absurdos para a grande parte da população, não há nada de mal trocar a carne por ovos (ou outros produtos mais em conta) , o que traz economia e garante nutrientes. Um dos alimentos mais completos em termos de vitaminas, proteínas, gorduras boas e minerais, além de sabor delicioso, o ovo está sempre presente no cardápio do brasileiro e pode ajudar o consumidor a economizar. Ele é fácil de preparar e combina bem tanto com arroz como com macarronada.

RESTAURANTES INCLUÍRAM OVOS NO CARDÁPIO

Diante dos preços absurdos a que chegaram as carnes no Brasil, os restaurantes incluíram nas últimas semanas vários tipos de receitas com ovos em seus cardápios. E, sem precisar cobrar muito caro, pois os restaurantes também estão economizando com essa troca, o público gostou da ideia, tanto aqueles que frequentam as mesas dos restaurantes como aqueles que pedem marmitas por delivery. Taí a prova de que, com jeito e sabedoria, dá para superar os preços altos, comer bem e fazer economia nestes tempos difíceis! (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

PRODUÇÃO DE OVOS CHEGOU A 1 BILHÃO DE DÚZIAS!

A produção de ovos de galinha chegou a 1,01 bilhão de dúzias no terceiro trimestre deste ano. É a maior registrada na série histórica, iniciada em 1987 (há 33 anos...). Houve aumentos de 3,8% na comparação com o terceiro trimestre de 2019 e de 3,6% frente ao apurado no segundo trimestre de 2020. Os dados são das Pesquisas Trimestrais da Produção Pecuária, divulgadas ontem, quinta-feira (10), pelo IBGE. De acordo com o supervisor das pesquisas, Bernardo Viscardi, o aumento na produção de ovos reflete uma mudança no consumo das famílias. “A alta no preço das carnes, registrada ao longo do terceiro trimestre, tende a fomentar o consumo de ovos de galinha, por se tratar de uma fonte de proteína mais acessível”, diz ele, detalhando que o pico de produção ocorreu em agosto, quando foram contabilizadas 338,76 milhões de dúzias.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também