Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - banner mobile
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - NATAL
Anúncio - Matriculas Abertas
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - Porto Cobrinco
UM SUCESSO!
Há 40 anos, Ziraldo lançava O Menino Maluquinho
O personagem já protagonizou filmes e séries de TV
Publicado em 27/10/2020 às 09:49 Italo
Há 40 anos, Ziraldo lançava O Menino Maluquinho

Quem diria que, um dia, ele iria virar um homem. Há 40 anos, celebrado no sábado (24), “O Menino Maluquinho” chegava às livrarias, dando vida a um personagem único na literatura infantil, que conquistou as crianças do país com seu jeito travesso, alegre, sapeca e sorridente. Ele foi concebido no dia em que Ziraldo, seu criador, comemorava o 48º aniversário. No livro, o personagem de camiseta amarela, bermuda preta e panela na cabeça aparece entre versos e ilustrações de uma turma que também inclui o filho do autor Antônio Pinto, na época com 12 anos. É quase uma poesia desenhada, personificando o que há de mais livre e inocente na infância. Fenômeno, a obra teve centenas de edições desde o lançamento, vendeu 4 milhões de cópias em mais de dez países e garantiu um Prêmio Jabuti a Ziraldo. Quando se tornou história em quadrinhos, o universo de aventuras sapecas ganhou mais personagens. Foram criados também filmes, óperas, peças, séries e tudo mais, expandindo os limites desse seu pequeno mundo. O Menino Maluquinho não tem nome, porque possui nele um pouco de todos nós. Suas peripécias cheias de imaginação e ingenuidade nos lembram desse momento da vida quando a espontaneidade do espírito é força motora de novas descobertas. NAS TELONAS Não tardou até que o Menino Maluquinho saltasse dos papéis para as telas. Em 1995, foi lançado “Menino Maluquinho – O Filme”, que se tornou um clássico. Aos 9 anos, Samuel Costa foi selecionado como protagonista entre os mais de 3 mil testes Brasil afora. “Menino Maluquinho 2 – A Aventura”, dirigido por Fernando Meirelles, deu sequência à filmografia, em 1997, com Patrícia Pillar, Roberto Bomtempo e Othon Bastos NAS TELINHAS “Um Menino Muito Maluquinho” foi a série televisionada pela TV Brasil, em 2006. Com roteiro de Cao Hamburguer e Anna Muylaert (“Que Horas Ela Volta?”), a única temporada de 26 episódios garantiu indicação ao Emmy Award International como melhor programa infanto-juvenil e vitória de outros prêmios. Nela, uma versão de 30 anos do protagonista narra as aventuras do menino aos 5 e 10 E CONTINUA… O maluquinho ainda consegue cativar simpatia, mesmo se tornando quarentão. A gigante do streaming Netflix está preparando uma nova série animada do Menino Maluquinho, que deve ser lançada no ano que vem. Com isso, o personagem brasileiro vai chegar a mais de 190 países, onde está presente a plataforma. (ITALO FÁBIO CASCIOLA)

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

 O genial Ziraldo, autor do famoso Menino Maluquinho, com o jornalista Italo Fábio Casciola durante encontro na Bienal do Livro no Rio de Janeiro em 1983.

Comentários
Veja também