Coluna Italo

(44) 99941-8859
Anúncio - Ecogarden mobile
Anúncio - Pilates mobile topo
Anúncio - banner mobile
Anúncio - banner rodape
Anúncio - banner mobile rodape
Anúncio - USE MASCARA MOBILE
E O SALÁRIO Ó!!!
Salário mínimo tinha que ser R$ 4.420 em julho, segundo Dieese
Leva em conta uma família de 4 pessoas, com 2 adultos e 2 crianças
Publicado em 11/08/2020 às 11:29 Italo
Salário mínimo tinha que ser R$ 4.420 em julho, segundo Dieese

De acordo com o cálculo mensal feito pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) o salário mínimo pago a trabalhadores brasileiros deveria ser 4,23 vezes superior à remuneração mínima de R$ 1.045 oferecida aos profissionais chegando a R$ 4.420,11 ao longo do mês de julho.

O resultado de julho representa a segunda queda consecutiva no valor do salário mínimo ideal. Em junho, a menor remuneração considerada adequada para os trabalhadores era de R$ 4.694,57.

No cálculo, que leva em conta o preço da cesta básica de alimentos, o Dieese afirma que o trabalhador remunerado pelo piso nacional comprometeu, em média, 48,26% do salário para comprar os alimentos básicos no mês passado. Em junho, o percentual era de 48,94%.

O salário mínimo para garantir o sustento de uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças, deveria ser de R$ 4.420,11 em julho, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que faz um cálculo a partir do que garante a Constituição.

O valor indicado corresponde a mais de 4 vezes o salário mínimo vigente, de R$ 1.045. Para calcular o valor da cesta básica, um dos pontos que o salário deveria garantir, segundo a Constituição, o Dieese levou em consideração cesta básica em Curitiba, a mais cara do País, que segundo o departamento custou R$ 526,14 em julho. A mais barata é a de Aracaju, de R$ 392,75.

WWW.COLUNAITALO.COM.BR

Comentários
Veja também